19 de maio de 2024

Shimano investe nas relações de transmissão de coroa única com novos lançamentos

Novo cassete com 11-46 dentes, novo desenho de coroas e (pasmem!) um link removível para correntes estão entre as novidades anunciadas pelo fabricante japonês

Líder mundial na fabricação de componentes para bicicletas, a Shimano sempre foi uma forte defensora de sistemas de transmissão com duas ou três coroas, alegando que este tipo de relação é mais produtiva no mountain biking. Com a crescente popularidade das transmissões de coroa única, a marca japonesa anuncia o lançamento de novos componentes voltados para este mercado para fazer frente a sua principal concorrente no mercado, a estadunidense SRAM.

Cassete CS-M8000

Compatível com os grupos XT e XTR de 11 velocidades, o novo cassete Shimano CS-M800 possui uma relação de 11-46 dentes, uma diferença de 418% entre número de dentes no menor pinhão para o maior, relação esta muito similar ao cassete da SRAM.

Diferentemente do componente rival, que exige a utilização de um freehub do tipo XD (e um cubo traseiro compatível), o modelo da Shimano pode ser montado em qualquer cubo normal, o que sem dúvida diminui os custos de um upgrade.

De acordo com a Shimano, o novo cassete CS-M8000 pesa um total de 540 gramas.

Coroas CRM91 e CRM81

Para uma maior compatibilidade com o novo cassete, a Shimano lança as coroas CRM91 e CRM81, específicas para utilização na configuração de 1x velocidades e que utilizam um novo desenho de endentamento denominado Dynamic Chain Engagement (DCE) que, de acordo com o fabricante, possui um maior poder de retenção da corrente.

Shimano Dynamic Chain Engagement

O modelo topo de linha, a XTR CRM91 utiliza liga de alumínio em sua composição, enquanto que a CRM81, parte do grupo Deore XT, utiliza aço em sua confecção, o que aumenta sua durabilidade.

Quick Link SM-CN90011

Em agosto do ano passado, a PRO, marca satélite da Shimano especializada em acessórios e ferramentas, lançou um alicate para extração de links de correntes, o que causou uma certa estranheza, já que o fabricante japonês não utilizava este tipo de componente, preferindo utilizar em seus modelos os chamados pinos de retenção, ligeiramente diferente dos demais e que não podem ser reutilizados em caso de remontagem da corrente.

Utilizado para simplificar a manutenção de correntes, o novo link SM-CN90011 é compatível com todas as correntes Shimano de 11 velocidades.

De acordo com a Shimano, os novos componentes deverão ´ser lançados oficialmente em junho, com preços a serem definidos.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização