24 de abril de 2024

Vídeo postado em redes sociais mostra outro possível caso de ‘doping motorizado’

Imprensa italiana divulga vídeo onde, por duas vezes, a bicicleta do espanhol Ion Izagirre continua girando furiosamente a roda traseira após uma queda

Uma nova suspeita de utilização fraudulenta de motores escondidos dentro de bicicletas de competição surgiu nesta última quarta-feira (3), quando um vídeo postado pela imprensa italiana mostra a bicicleta de um ciclista da equipe Movistar girando por vários segundos após sua queda.

Nas imagens realizadas na etapa de abertura da prova Volta a Valenciana, a bicicleta do ciclista espanhol Ion Izagirre continua girando furiosamente a roda traseira após uma queda.

Após se levantar, o ciclista ainda tenta pedalar a bike por alguns segundos e a larga novamente ao chão, quando nitidamente percebe-se que a roda insiste em continuar girando sozinha.

O jornal italiano La Gazzetta dello Sport, um dos primeiros veículos de imprensa a sugerir a existência do chamado ‘doping motorizado’ ou ‘doping mecânico’, sugere que a Canyon do ciclista da Movistar poderia ter um motor escondido em seu interior, similar ao encontrado na bike da ciclista belga Femke Van den Driessche neste último fim de semana, durante o Campeonato Mundial de Ciclocross.

Comportamento suspeito – A situação flagrada nesta semana é similar a ocorrida com o ciclista Ryder Hesjedal em 2014 durante a 7ª etapa da Vuelta a España, quando em um incidente similar a roda da bicicleta do canadense permaneceu girando furiosamente por vários segundos após sua queda. Na época, tanto o atleta quanto sua equipe consideraram “ridículas” as alegações de suposta fraude.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização