25 de maio de 2024
Imagem da obra em setembro/2015 - Foto: Divulgação

Londrina (PR) terá nova pista de BMX Supercross até dezembro

Espaço para treinos e competições será construído nos padrões exigidos pela União Ciclística Internacional (UCI) e também servirá para aclimatação de equipes estrangeiras antes da Rio 2016

Um novo espaço para treinamento de alto nível e competições estaduais, nacionais e internacionais de BMX está sendo construído na cidade paranaense de Londrina. Esta semana a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) anunciou a construção de uma pista de BMX Supercross dentro dos padrões exigidos pela União Ciclística Internacional (UCI) nos principais eventos mundiais.

A nova pista, construída dentro do complexo esportivo do autódromo Ayrton Senna com recursos da prefeitura de Londrina (PR) e o Ministério do Esporte, chega como um complemento ao Parque Radical do Complexo de Deodoro, no Rio de Janeiro. De acordo com a CBC, as principais vantagens do projeto é a logística, já que Londrina é a segunda maior cidade do Paraná e seu aeroporto conta com conexões diárias para os principais aeroportos do país.

“Pensamos em todos os detalhes para facilitar e motivar os pilotos na utilização de mais essa importante ferramenta para o desenvolvimento do BMX brasileiro. Estamos contando os dias para poder estar com o projeto consolidado”, declarou Francisco Florencio, diretor de Alto Rendimento da CBC.

A entrega da obra está prevista para o fim de dezembro de 2015 e está previsto em seu projeto que o local sirva também para aclimatação de atletas estrangeiros que participarão da Rio/2016. Ao lado da pista também está sendo construído um Centro de Treinamento com toda infraestrutura necessária para auxiliar na preparação dos pilotos.

“Após os Jogos Olímpicos, também vamos trabalhar a formação de atletas por meio de projetos sociais, como instalação de escolinha de BMX para crianças carentes, entre outros. Atender e desenvolver da base ao alto rendimento é o principal legado que podemos deixar para os ciclistas”, conclui José Luiz Vasconcellos, presidente da Confederação.

Seleção Brasileira de BMX - Foto: Maximiliano Blanco / CBC
Seleção Brasileira de BMX – Foto: Maximiliano Blanco / CBC

A iniciativa foi comemorada pelos atletas da Seleção Brasileira de BMX: “Certamente isso será muito bom para nós. Com uma boa estrutura, dentro e fora das pistas, a rotina se tornará mais fácil e com isso podemos nos concentrar melhor nos treinos. Consequentemente nosso rendimento aumenta e ficamos mais competitivos”, avalia Renato Rezende, piloto da Seleção Brasileira e melhor brasileiro no ranking mundial.

“A pista de BMX Supercross é indispensável na preparação de alto nível, já que contará com todas as principais características que encontramos nos principais eventos do calendário mundial. Ter um local adequado para preparação é fundamental para garantir um bom desempenho e desenvolvimento da equipe”, ressalta Guilherme Pussieldi, técnico da Seleção Brasileira de BMX.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização