25 de maio de 2024
Foto: Divulgação

Brasília sedia 2ª etapa da Copa América de Ciclismo Caixa

16 times, entre os melhores do Brasil e convidados, brigam pelo título e pela pontuação no ranking da etapa

A Esplanada dos Ministérios em Brasília será palco neste fim de semana da segunda etapa da Copa América de Ciclismo Caixa 2015. Ciclistas das categorias Open (Masculino e Feminino), Handy Cycle, Mountain Bike e Elite Masculino (Elite e Sub 23) participarão da prova, que acontece neste domingo, 25 de outubro em um circuito rápido de cerca de 4 km.

Uma das principais atrações da programação será a categoria Elite Masculino, que reunirá algumas da melhores equipes e ciclistas do país na atualidade, prometendo repetir a disputa da etapa de abertura, realizada em São Paulo no mês passado.

De acordo com o regulamento da Copa América de Ciclismo Caixa 2015, as 20 equipes mais bem colocadas no ranking da Confederação Brasileira de Ciclismo, até julho de 2015, poderão solicitar suas inscrições na etapa. Como era esperado, a resposta foi bem positiva, o que faz prever uma etapa muito forte.

Além das seleções de Goiás, Brasília e Mista de Brasilia, os times confirmados para o Distrito Federal são os seguintes:

  1. ECT Taubaté/Valgroup,
  2. Carrefour/Funvic/ Soul Cycling Team/São José dos Campos,
  3. São Francisco Saúde/ SME Ribeirão Preto,
  4. Memorial – Santos/Fupes,
  5. Green Piracicaba,
  6. Team Osasco,
  7. Clube Dataro De Ciclismo Gigantec Bottecchia Maxxis Calypso Rudy Project,
  8. Pro Cyclng Team ADF/Guarulhos,
  9. Associação Radical Sports Club/Boituva,
  10. Velo/ SEME Rio Claro,
  11. Associação Jundiaí de Esporte/Prefeitura de Jundiaí/Thebikes/Grupo Quality/Escola Divina Providência,
  12. U.C.I. Iracemápolis,
  13. Ace/Itabirito/IB Factoring/Neobox/Tripp/1009.

Com um novo formato, a Copa América de Ciclismo voltou muito mais atraente neste ano. Agora, são três etapas nas cidades de São Paulo, realizada em setembro, Brasília (DF), no dia 25 de outubro, na Esplanada dos Ministérios, e Botucatu (SP), no dia 15 de novembro. Além disso, tornou-se mais democrática e agregou novas categorias, reunindo todos aqueles que gostam da modalidade. Ao final dos três eventos, teremos os campeões gerais da cada uma das categorias. Em Brasília e Botucatu, a categoria MTB, Masculino e Feminino, será a novidade.

Para os ciclistas da Elite e Sub 23, que na terceira etapa competirão ainda por pontos na ranking da União Ciclística Internacional (UCI), o evento ficou ainda mais interessante. Eles poderão brigar pelos títulos de cada prova, do título de campeão individual e por equipes, o que torna o evento mais competitivo. Haverá ainda, diversidade de percursos, com opções de diferentes níveis de dificuldade.

Programação da segunda etapa

  • 7h- Open Feminino – Acima de 19 anos = 6 voltas de aproximadamente 4 km
    Bicicleta aro 27 Speed
  • 7h55 – Hand Cycle – Acima de 19 anos = 4 voltas de aproximadamente 4 km
    Bicicleta adaptada 03 (três) rodas/cadeira
  • 8h25 – Elite Masculino (Elite/Sub 23) – Acima de 19 anos = 15 voltas de aproximadamente 4 km
    Bicicleta aro 27 Speed
  • 9h30 – MTB Masculino – Acima de 19 anos = 8 voltas de aproximadamente 4 km
    Bicicleta MTB aro 26 ou 27,5 ou 29
  • 10h25 – MTB Feminino – Acima de 19 anos = 5 voltas de aproximadamente 4 km
    Bicicleta MTB aro 26 ou 27,5 ou 29
  • 12h05 – Open Masculino – Acima de 19 anos = 8 voltas de aproximadamente 4 km
    Bicicleta aro 27 Speed

Pontuação – Cada uma das etapas terá pontuação específica. Para a categoria Elite Sub 23, ao primeiro lugar na etapa São Paulo foi atribuído o crédito de 120 pontos, para o segundo 119 pontos e assim sucessivamente, até a última posição. A pontuação na etapa Brasília seguirá o mesmo critério, sendo que o primeiro colocado receberá 180 pontos, o segundo 179 pontos e assim sucessivamente. Já na etapa Botucatu, que valerá para o ranking da UCI para a Elite/Sub o vencedor marcará 240 pontos, o vice 239 e assim sucessivamente.

Essa pontuação tem como objetivo proporcionar a disputa entre os ciclistas em busca da maior soma de pontos para atingir a posição de campeão, sendo aquele que marcar o maior número de pontos na soma das três etapas.

Campeões

  • 2013 – Francisco Chamorro (ARG)/Luciene Ferreira (BRA)
  • 2012 – Francisco Chamorro (ARG) / Valquíria Pardial (BRA)
  • 2011 – Breno Sidoti (BRA) / Janildes Fernandes (BRA)
  • 2010 – Geraldo Souza (BRA) / Luciene Ferreira (BRA)
  • 2009 – Francisco Chamorro (ARG) / Janildes Fernandes (BRA)
  • 2008 – Nilceu Santos (BRA) /Uênia Fernandes (BRA)
  • 2007 – Nilceu Santos (BRA) / Clemilda Fernandes (BRA)
  • 2006 – Nilceu Santos (BRA) /Clemilda Fernandes (BRA)
  • 2005 – Nilceu Santos (BRA) / Clemilda Fernandes (BRA)
  • 2004 – Alem Rayes (URU) / Uênia Fernandes (BRA)
  • 2003 – Renato Rohsler (BRA) / Janildes Fernandes (BRA)
  • 2002 – John Lieswyn (EUA)
  • 2001 – André Grizante (BRA)
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização