22 de maio de 2024
Começam nesta quarta-feira (21) as obras de melhorias de mais um trecho de ciclofaixas e passeios compartilhados na região central de Curitiba - Foto: Everson Bressan / SMCS

Prefeitura inicia plano de melhorias das ciclovias do centro de Curitiba

Mais 2,7 quilômetros de ciclovias antigas do Centro serão melhorados através da recuperação do pavimento, instalação de iluminação e sinalização, de acordo com os critérios do Contran

Começam nesta quarta-feira (21) as obras de melhorias de mais um trecho de ciclofaixas e passeios compartilhados na região central de Curitiba (PR). A intervenção será nas ruas Heitor S. de França, Barão de Antonina, Presidente Faria, Conselheiro Araújo, Luiz Leão e Mariano Torres, além de um pequeno trecho da Avenida Silva Jardim, totalizando 2,7 km. O trecho faz parte do Ramal Central da cidade e as obras devem ser concluídas até o final de dezembro deste ano.

O projeto integra o Plano de Recuperação da Malha Cicloviária da Cidade, que prevê a implantação de melhorias na malha cicloviária da cidade. Os trabalhos de reparos e melhorias envolvem recuperação de pavimento, instalação de iluminação e implantação da nova sinalização horizontal e vertical, estabelecida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Foto: Everson Bressan / SMCS
Foto: Everson Bressan / SMCS

O Plano de Recuperação da Malha Cicloviária da Cidade foi elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e prevê a reforma e manutenção de cerca de 37 quilômetros de estruturas cicloviárias, divididos em seis ramais.

Os recursos para as obras são do programa Sustainable Transport and Air Quality (STAQ), sob supervisão da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP). O Programa STAQ é desenvolvido com recursos do Global Environment Facility (GEF) e do Banco Mundial e tem como objetivo reduzir as emissões de gases de efeito estufa através do estímulo à utilização de meios de transporte sustentáveis e mais eficientes.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização