22 de abril de 2024

Empresa pernambucana cria sombreiro para bicicletas

Além de fornecer sombra, acessório gera energia elétrica para dispositivos eletrônicos e pode se tornar uma excelente plataforma de comunicação, já que pode ser adesivado para promoção de marcas e campanhas

sombreiroUma startup pernambucana promete trazer mais qualidade de vida para o ciclista que se aventura a pedalar em cidades quentes e ensolaradas como Recife. Para isto a empresa criou o CicloShadow, um curioso sombreiro para bicicletas que não apenas fornece sombra, mas também eletricidade para carregar dispositivos como smartphones e tablets.

Projetado para ser utilizado tanto em bicicletas quanto cadeiras de rodas, o sombreiro CicloShadow é construído com uma estrutura de alumínio anodizado e plástico, com regulagem de altura. Uma abraçadeira universal é encarregada de fixá-lo firmemente ao canote da bicicleta.

Em sua parte superior, o sombreiro possui uma série de painéis solares capazes de gerar energia elétrica, que pode ser utilizada através de uma porta USB. Além disso ele vem equipado com um grande espelho retrovisor, muito útil em situações de trafégo. O acessório pesa ao todo 2,2 quilos.

De acordo com seu criador, Márcio Verçoza, o sombreiro CicloShadow não apenas proporciona maior conforto para seus usuários, como também pode se revelar uma excelente plataforma de comunicação, já que ele pode ser adesivado para promover marcas ou campanhas.

“Queremos incentivar a mobilidade urbana com esse produto, pois ele traz mais qualidade de vida para quem anda de bicicleta, além de gerar energia limpa”, disse.

Para viabilizar a produção em escala comercial do CicloShadow, Verçoza está em busca de financiamento coletivo através da plataforma de financiamento coletivo Catarse. A empresa já conseguiu apoio da Finep e no momento está em busca de investidores para iniciar a fabricação de seus sombreiros. O prazo previsto para início das vendas ao grande público é a partir do primeiro semestre de 2016.

CicloShadow

Para comercializar seu produto, a CicloShadow aposta não apenas no calor, mas no também aquecido mercado brasileiro de bicicletas urbanas, um dos maiores do mundo. “Somos o terceiro maior polo de produção e o quinto do mundo em consumo. A previsão anual é de 300 mil bikes ao ano”, comenta Verçoza.

Maiores informações: contatocicloshadow@gmail.com.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização