24 de fevereiro de 2024
Henrique Avancini fez TOP 5 no Evento-Teste - Foto: : Maximiliano Blanco / CBC

Henrique Avancini faz bonito e termina entre os 5 primeiros no Aquece Rio MTB

Evento-teste para a Rio 2016 foi vencido pelo atual campeão mundial Nino Schuter. Eva Lechner levou o ouro no Feminino e melhor brasileira foi Raiza Goulão, na 11ª colocação

O domingo (11) foi de muito sol e emoção no Parque Radical do Complexo de Deodoro, no Rio de Janeiro. Os melhores pilotos de Mountain Bike do mundo pedalaram forte e mostraram muita qualidade no Desafio Internacional de MTB, evento-teste para a Rio 2016. Pela primeira vez os atletas sentiram as dificuldades e vantagens do percurso olímpico de 4,9km elaborado pelo sul-africano Nick Floros. A Seleção Brasileira mostrou personalidade dentro de casa e Henrique Avancini foi o grande destaque da equipe, alcançando o Top-5 na elite masculina, enquanto Raiza Goulão terminou com o melhor resultado da equipe no feminino, ficando na 11ª colocação.

O suíço Nino Schurter celebra sua vitória no evento-teste de mountain bike no Parque Radical - Foto: Divulgação / Rio 2016
O suíço Nino Schurter celebra sua vitória no evento-teste de mountain bike no Parque Radical – Foto: Divulgação / Rio 2016

A prova contou com a presença ilustre de campeões olímpicos e mundiais, o que garantiu uma disputa de altíssimo nível e muito parelha pelo pódio. Atual campeão mundial, o suíço Nino Schuter, mostrou que está em grande forma e cruzou a linha de chegada em primeiro lugar (1h20min36s), seguido pelo francês Maxime Marotte, segundo colocado (1h20min38), e pelo italiano Andrea Tiberi, terceiro (1h22min32). O brasileiro Henrique Avancini se adaptou muito bem ao trajeto veloz da pista, colou nos líderes e no final acabou chegando junto com o francês Julien Absalon, que fez uma boa prova de recuperação (ambos com 1h22min41). O Brasil ainda teve Rubens Donizete em 12º lugar (1h24min44) e Luiz Henrique Cocuzzi na 25ª colocação (1h28min02). Ricardo Pschiedt acabou tendo problemas mecânicos e abandonou a prova.

“Me senti muito à vontade na pista e dentro das minhas características físicas pude aproveitar o melhor possível durante todo o trajeto. A competição não foi nada fácil. Não realizei uma boa largada e perdi várias posições, além de enfrentar támbém um problema no câmbio da bicicleta na primeira volta, então no inicío acabei perdendo um tempo bastante precioso que fez toda a diferença para me tirar do top 3. Mas consegui me recuperar aos poucos e fiquei muito satisfeito pelo resultado, principalmente vindo de uma temporada com lesão, então terminar com um resultado expressivo na pista olímpica é muito importante pra mim. A prova de hoje mostrou que o trabalho vem sendo bem executado e nós estamos chegando próximos das principais potências. Agora é acertar os detalhes e continuar trabalhando forte para chegar bem em 2016”, contou Henrique, atual campeão brasileiro de MTB XCO e brasileiro melhor colocado no ranking mundial.

A prova feminina do Desafio Internacional foi vencida pela italiana Eva Lechner - Foto: Alexandre Loureiro / Rio 2016
A prova feminina do Desafio Internacional foi vencida pela italiana Eva Lechner – Foto: Alexandre Loureiro / Rio 2016

A prova feminina, realizada pela manhã, também contou com um start list de peso e as atletas estrangeiras dominaram a disputa pelo pódio. A italiana Eva Lechner sagrou-se campeã (1h20min13), com a polonesa Maja Wloszczowska conquistando a medalha de prata (1h20min55) e a sueca Jenny Rissveds faturando o bronze (1h21min25). Raiza Goulão, 19ª colocada no ranking da UCI, também não decepcionou e chegou na 11ª colocação (1h26min25). Erika Gramiscelli terminou a prova em 24º lugar. Sofia Subtil não competiu neste domingo pois sofreu uma queda durante os treinamentos no sábado (10), mas está sob os cuidados da equipe médica do Comitê Olímpico Brasileiro e da CBC e passa bem.

“Estamos muito contentes com o desempenho da equipe. O Henrique realmente fez uma bela prova, aproveitou seus pontos fortes e ficou entre os cinco melhores. No feminino ficamos no Top-15, o que também é muito bom considerando o alto nível das concorrentes. Certamente foi uma ótima oportunidade para conhecer a pista, ver de perto como está o nível dos adversários e seguir nossa preparação para o ano que vem”, avaliou o técnico Carlos Polazzo.

Resultados

Masculino

Classificação Atleta País Tempo
1 Nino Schurter Suíça 1:20:36
2 Maxime Marotte França +0:02
3 Andrea Tiberi Itália +1:56
4 Julien Absalon França +2:05
5 Henrique Avancini Brail +2:05
6 Carlos Coloma Nicolas Espanha +2:19
7 Jordan Sarrou França +2:35
8 Florian Vogel Suíça +2:49
9 Ondřej Cink Rep. Checa +3:00
10 Rudi Van Houts Holanda +3:31
11 Kohei Yamamoto Japão +3:39
12 Rubens Valeriano Donizete Brasil +4:08
13 Leandre Bouchard Canadá +4:21
14 Gregor Raggl Áustria +4:42
15 Jan Skarnitzl Rep. Checa +4:48
16 Manuel Fumic Alemanha +4:57
17 Howard Grotts EUA +5:25
18 Anton Cooper N. Zelândia +5:33
19 Jeff Luyten Bélgica +5:43
20 Jan Vastl Rep. Checa +6:20
21 Matthias Wengelin Suécia +6:46
22 Christoph Suaser Suíça +6:54
23 Phillip Pearce G. Bretanha +7:03
24 Stephen Ettinger EUA +7:23
25 Luiz Henrique Cocuzzi Brasil +7:26
26 Andrey Fonseca Costa Rica +7:26
27 Moritz Milatz Alemanha +7:45
28 Chun Hing Chan Hong Kong +9:44
29 Catriel Andres Soto Argentina +10:42
30 Javier Eduardo Puschel Chile +11:04
31 Evgenii Pechenin Rússia 1 Volta
32 Elias Abou Rachid Líbano 3 Voltas
Samuel Gaze N. Zelândia Não completou
Marco Aurelio Fontana Itália Não completou
Luca Braidot Itália Não completou
Sergio Gutierrez Mantecón Espanha Não completou
Karl Markt Áustria Não completou
Jaroslav Kulhavy Rep. Checa Não completou
Grant Ferguson G. Bretanha Não completou
Ricard Pscheidt Brasil Não completou
Emil Lindgren Suécia Não completou
Jen Schuermans Bélgica Não completou
Jose Antonio Hermida Ramos Espanha Não completou
Pablo Rodrigues Guede Espanha Não completou

Feminino

Classificação Atleta País Tempo
1 Eva Lechner Itália 1:20:13
2 Maja Wloszczowska Polônia +0:42
3 Jenny Rissveds Suécia +1:12
4 Linda Indergand Suíça +1:48
5 Daniela Campuzano México +2:18
6 Catharine Pendrel Canadá +3:40
7 Lea Davison EUA +3:55
8 Irina Kalentieva Rússia +4:59
9 Sabine Spitz Alemanha +5:12
10 Lisa Rabensteiner Itália +5:29
11 Raiza Goulão Henrique Brasil +6:12
12 Nathalie Schneitter Suíça +6:24
13 Lisa Mitterbauer Áustria +6:29
14 Githa Michiels Bélgica +7:10
15 Laura Lorenza Morfin Macouzet México +7:43
16 Adelheid Morath Alemanha +9:05
17 Tanja Zakelj Slovênia +9:47
18 Annika Langvad Dinamarca +10:20
19 Chloe Woodruff EUA +11:29
20 Georgia Gould EUA +12:01
21 Emily Batty Canadá +12:52
22 Chengyuan Ren China +18:46
23 Alice Barnes G. Bretanha 1 Volta
24 Erika Fernanda Gramiscelli Brasil 1 Volta
Erin Huck EUA Não completou
Gunn-Rita Dahle Flesjå Noruega Não completou
Agustina Maria Apaza Argentina Não completou
Pauline Ferrand Prevot França Não largou
Helen Grobert Alemanha Não largou
Rebecca Henderson Austrália Não largou
Sofia Isabel Franco Subtil Brasil Não largou
Alexandra Engen Suécia Não largou

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização