22 de abril de 2024
O sargento da Aeronáutica Magno do Prado Nazaret faturou a medalha de ouro no contra-relógio - Foto: Johnson Barros / Ministério da Defesa

Brasil faz bonito nos Jogos Mundiais Militares e fatura medalhas de ouro e prata

Largada da prova de contra-relógio aconteceu em frente ao Mungyeong Ceramic Museum, Coréia do Sul

Ciclista militar mais rápido do mundo. É esse o título conquistado pelo sargento da Aeronáutica Magno do Prado Nazaret ao vencer, nesta terça-feira (06/10), a prova contra-relógio da 6ª edição dos Jogos Mundiais Militares, na Coréia do Sul. Nazareth completou os 32 km do percurso com o tempo de 0:42:05:20, superando os iranianos Behnam Khalilikhosroshahi (0:42:22:33) e Alireza Haghi (0:42:30:15). Com isso, o ciclista faturou a medalha de ouro.

“Estou muito contente. Deu tudo certo. A preparação foi perfeita e juntamente com o trabalho da Força Aérea Brasileira conseguimos um bom resultado. A prova foi individual, mas o que prevaleceu foi o trabalho de um grupo”, afirma.

Medalha de ouro para Magno do Prado Nazaret na pova de contra-relógio - Foto: Sargento Johnson Barros / Ministério da Defesa
Medalha de ouro para Magno do Prado Nazaret na pova de contra-relógio – Foto: Sargento Johnson Barros / Ministério da Defesa

O outro brasileiro na competição, o sargento Murilo Ferraz Affonso, ficou com a décima posição, com o tempo de 0:43:57.56.

Ana Paula Polegatch comemora a conquista da medalha de prata - Foto: Ministério da Defesa
Ana Paula Polegatch comemora a conquista da medalha de prata – Foto: Ministério da Defesa

Durante a tarde foi a vez das mulheres disputarem a competição. No contra-relógio Feminino, a sargento Ana Paula Polegatch conquistou a medalha de prata, com o tempo de 0:35:02:91. A medalha de ouro ficou com a russa Natalia Boyarskaya (0:33:34:72). A brasileira Clemilda Fernandes terminou a prova na quarta posição.

Equipes – A equipe brasileira masculina de ciclismo disputa, nesta quarta-feira (07/10), a prova de resistência. Serão 131 quilômetros de um percurso ladeado pela bela paisagem montanhosa de Mungyeong. A largada está prevista para as 10h (horário local – 22h de Brasília) em frente ao Mungyeong Museum. O time brasileiro é composto por sete atletas.

“É uma prova relativamente curta, o circuito é plano, mas tem um vento muito forte. A nossa estratégia é fazer uma corrida em função dos nossos velocistas”, explica o sargento da Aeronáutica Murilo Ferraz Afonso.

Acostumado a disputar competições em vários países, esta é a primeira vez do ciclista na Coréia. E as impressões dos anfitriões são as melhores possíveis. “Eles são muito atenciosos e receptivos. A gente vê a qualidade das estradas e desde que estamos aqui não recebemos nenhuma buzinada. O povo daqui respeita muito o esporte”, afirma o ciclista.

No dia seguinte (09/10) a equipe feminina – composta por quatro atletas – enfrentará os 72 km da prova de resistência.

Jogos Mundiais Militares – Realizado a cada quatro anos, os Jogos Mundiais Militares são organizados pelo Conselho Internacional do Desporto Militar (CISM), desde 1995, quando teve sua primeira edição em Roma.

A edição de verão da competição, que já está em sua 6ª versão, ocorre sempre um ano antes dos Jogos Olímpicos, e atualmente, é composta por 24 modalidades: atletismo, boxe, basquete, ciclismo, futebol, golfe, handebol, judô, maratona, pentatlo moderno, pentatlo naval, pentatlo militar, pentatlo aeronáutico, orientação, natação, triatlo, vôlei, lutas associadas, taekwondo, tiro com arco, esgrima, paraquedismo, vela e tiro esportivo.

Com informações da Força Aérea Brasileira e do Ministério da Defesa

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização