26 de fevereiro de 2024

Santa Cruz atualiza modelos Bronson e 5010 com nova geometria

Alteração no posicionamento do link da suspensão traseira deixa os modelos mais estáveis, resistentes e velozes

Lançada em 2012 em pleno Dia da Mentira, a Bronson, bicicleta do seguimento de enduro da Santa Cruz, foi o primeiro modelo da marca estadunidense a utilizar rodas com 27.5″ de diâmetro.

Com 150mm de curso de amortecimento em ambas as rodas e seu sistema de suspensão patenteada VPP, Bronson rapidamente converteu-se em um dos modelos mais populares da Santa Cruz.

Santa Cruz Bronson 2 Kalimotxo & Yellow
Santa Cruz Bronson 2 Santa Cruz Bronson 2 Kalimotxo & Yellow

Agora, três anos depois, a Santa Cruz prova que não é adepta da frase ‘time que está ganhando não se mexe’ e parte para um completo upgrade na geometria do quadro da Bronson, tornando-a mais polivalente do que nunca.

A principal alteração realizada na nova Bronson encontra-se no link da balança da suspensão traseira, que agora é fixada na junção dos tubos superior e do selim, ao contrário dos modelos anteriores, onde era fixada no tubo do selim.

Comparação da geometria dos quadros da Bronson (acima) e Bronson 2 (abaixo)
Comparação da geometria dos quadros da Bronson (acima) e Bronson 2 (abaixo)

Isto faz com que o link superior da suspensão VPP passe a ser posicionado mais para cima e para a frente, fazendo com que o link inferior não fique mais projetado para fora do quadro, sujeito a danos causados por choques com pedras e raízes. O novo posicionamento possibilitou também baixar mais o centro gravitacional da bicicleta e ainda reduzir o comprimento dos stays de 439 para 433mm, resultando em um aumento da estabilidade nas curvas e maior sensibilidade da suspensão em pequenos impactos.

As alterações não se limitaram ao triângulo traseiro. A parte dianteira do quadro conta com um novo ângulo do tubo da caixa de direção, que mudou de 67º para 66º, o que aumenta a dirigibilidade da bicicleta. O aumento da distância entre eixos em 25mm aumenta a estabilidade em alta velocidade.

Santa Cruz Bronson 2 Matte Carbon & Grey
Santa Cruz Bronson 2 Matte Carbon & Grey

Além das alterações em sua geometria, a nova Santa Cruz Bronson 2 passa a ter os cabos de freios, transmissão e do canote telescópico de selim roteados internamente em seu quadro, além de utilizar o padrão Boost no eixo da roda traseira (148 x 12mm).

Vídeo: Josh ‘Ratboy” Bryceland testa a nova Santa Cruz Bronson 2 na Ilha da Madeira

5010 2

Santa Cruz 5010 2 Process Blue & Grey
Santa Cruz 5010 2 Process Blue & Grey

Além da Bronson, a Santa Cruz também atualizou seu modelo de Trail, a 5010 com várias melhorias utilizadas em sua ‘irmã maior’.

Além de compartilhas das alterações realizadas na suspensão traseira da Bronson, a 5010 passa a oferecer 130mm de curso de amortecimento. Sua caixa de direção agora trabalha em um ângulo de 67º contra 68º do modelo anterior, aumentando assim sua eficiência nas subidas.

Santa Cruz 5010 2 Matte Carbon & Yellow
Santa Cruz 5010 2 Matte Carbon & Yellow

Seu reach (distância horizontal entre o centro da caixa de direção e o centro do pedivela) teve um aumento entre 20 a 25mm (de acordo com o tamanho do quadro), fazendo com que o posicionamento do ciclista seja um pouco mais projetado para a frente.

De acordo com a Santa Cruz, os novos modelos serão comercializados nos Estados Unidos a preço que variam, de acordo com a configuração de componentes, entre 3.599 a 8.099 dólares (bicicleta completa) ou de 2.999 a 3.599 dólares (quadro avulso).

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização