22 de fevereiro de 2024

Prefeitura do Rio de Janeiro treina motoristas de ônibus para apoiar ciclistas

Programa de capacitação “Motorista Amigo do Ciclista” faz parte das ações do Programa “Rio Capital da Bicicleta. Eu apoio”

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente  leva hoje (2) e amanhã, a partir das 10h, o programa Rio Capital da Bicicleta. Eu apoio, ao Terminal Rodoviário do Cosme Velho, na zona sul da capital. O objetivo é  conscientizar os motoristas de 14 linhas de ônibus que circulam próximos das rotas da ciclovia e melhorar o convívio com os ciclistas devido ao aumento da utilização de bicicletas como meio de transporte na região.

A proposta integra o trabalho de implantação de 10,4 quilômetros (km) de ciclovias entre os bairros de Laranjeiras, Cosme Velho, Flamengo e Botafogo, todos na zona sul da cidade.

Foto: Divulgação / Fetranspor
Foto: Divulgação / Fetranspor

A ação prevê ainda palestras nas escolas próximas, visita a um ônibus-modelo, parceria com cicloativistas para conscientização do uso da bicicleta como modal de transporte e abordagem aos pedestres, com foco na sensibilização para as regras de convivência nas ruas.

O Motorista Amigo do Ciclista é um programa criado pela Universidade Corporativa do Transporte, da Federação de Transporte do Estado do Rio (Fetranspor,) responsável pela educação e o treinamento dos profissionais do setor. Até hoje, 32 multiplicadores foram formados pelo programa na cidade do Rio, o que representa 8,9 mil profissionais capacitados dentro das próprias empresas. Além das aulas e do material impresso, a universidade também utiliza a tecnologia para ajudar nessa relação, com uma websérie de mesmo nome no YouTube, dedicada à convivência entre ônibus e bicicletas e o uso do simulador de direção, que traz situações envolvendo ciclistas na pista.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente do Rio, Altamirando Moraes, cada bicicleta na rua é um carro a menos. Isso melhora o trânsito, a qualidade e vida das pessoas e representa uma economia real. A bicicleta hoje é modal de transporte na cidade do Rio, não é mais usada apenas como lazer. Na Europa, a convivência entre ônibus, carros, motos e até metrô de superfície com a bicicleta é harmoniosa. Aqui também é possível”, disse.

Segundo  a prefeitura, a cidade tem a maior malha cicloviária da América Latina, com 380 km distribuídos em todas as regiões do município. São registrados mais de 1,5 milhão de viagens por dia em pequenos deslocamentos e integração com o transporte público.

Fonte: Agência Brasil, por Douglas Correa e edição de Graça Adjuto

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização