21 de abril de 2024
Leandro Donizete - Foto: Divulgação

Atletas do Shimano Sports Team são campeões em São Paulo e Minas

Leandro Donizete triunfa no Big Biker, Thiago Aroeira vence Ibitipoca Trip Trail e Sabrina Gobbo mantém hegemonia no XTerra

Este domingo (30) foi especial para os atletas do Shimano Sports Team, com a conquista de vitórias e lugares no pódio em competições importantes. Na última etapa do Big Biker, por exemplo, em Santo Antônio do Pinhal (SP), o paulista Leandro Donizete (Trek/Shimano) se sagrou campeão, garantindo a segunda colocação na categoria Pro da competição, atrás apenas de Halysson Ferreira, vencedor das três primeiras etapas.

Leandro Donizete no alto do pódio - Foto: Divulgação / Shimano
Leandro Donizete no alto do pódio – Foto: Divulgação / Shimano

“Após curto tempo de recuperação depois de um acidente sofrido, me senti muito bem neste domingo e tive um grande rendimento. No km 25, o Edivando (Cruz) me atacou, mas acabei conseguindo manter a ponta e seguir até a linha de chegada”, disse Leandro, que venceu os 54 quilômetros da prova em 2h38min25s, cerca de sete minutos à frente de Edivando, segundo colocado.

Thiago Aroeira – O mineiro Thiago Aroeira (Isapa/Oggi/Shimano) teve seu esforço recompensado neste fim de semana, após participar da Ibitipoca Trip Trail, prova de longa duração disputada sábado (29) e domingo (30), em Conceição de Ibitipoca (MG). Thiago foi superior aos adversários nos dois dias e venceu as duas etapas, sagrando-se campeão geral da competição de mountain bike.

Thiago Aroeira - Foto: Divulgação / Shimano
Thiago Aroeira – Foto: Divulgação / Shimano

No sábado, na Rota do Macaco, Thiago terminou na liderança o percurso de 50 quilômetros. Já no domingo, o atleta manteve o bom ritmo na Rota do Lobo e liderou de ponta a ponta os 36 quilômetros.

“Foi uma experiência fantástica. O circuito tinha muitas trilhas e visuais incríveis. Consegui imprimir um bom pedal ao longo dos dois dias e conquistar o título”, celebrou o ciclista.

Brasileiro de Maratona – Neste domingo (30), dois atletas representaram o Shimano Sports Team no Campeonato Brasileiro de Maratona (XCM), em Picos, no sertão do Piauí. Embaixo de um forte sol e com muita poeira nas trilhas, o baiano Kennedi Lago (Isapa/Oggi/Shimano) conquistou o vice-campeonato sub-23 e ficou em 12º na classificação geral, após completar o percurso de 90 km. O mineiro Marcelo Cândido (LM/Shimano) percorreu a mesma distância e ficou em sexto na elite, vencida por Halysson Ferreira.

“Comecei bem, trocando a liderança com os principais atletas do pais, mas logo comecei sentir o desgaste causado pela longa viagem. Depois de uma queda no ritmo, voltei a ganhar posições e alcancei um grupo formado por Orlando Alves, Marcelo Moser e Wolfgang Soares, mas faltando uns 5 quilômetros para cruzar a linha de chegada, o cansaço começou a me prejudicar de novo e fiquei para trás”, resumiu Marcelo.

Paulista de BMX – A paranaense Julia Alves, patrocinada pela Shimano e radicada em Americana (SP), foi vice-campeã da elite na quinta etapa do Campeonato Paulista de BMX, realizada neste domingo (30), em Sorocaba. Com o resultado, Julia manteve a liderança da competição.

“Minha largada não foi tão boa e acabei não conseguindo recuperar o tempo perdido. Estou cometendo alguns erros bestas, mas estou aprendendo com essas pequenas falhas e tenho certeza que estarei ainda mais preparada na próxima etapa”, declarou Julia.

GP Uberlândia – O mineiro Guilherme Saad (Groove/Shimano) conquistou o terceiro lugar no GP Uberlândia de Ciclismo, prova de estrada dividida em duas etapas – uma no sábado (29) e outra no domingo (30).

Sabrina Gobbo – A paulista Sabrina Gobbo (Trek/Shimano/Pearl Izumi) manteve o retrospecto no XTerra em 2015 e conquistou mais um título, neste domingo (30). Desta vez, a vitória foi na edição Short Xterra – Ilhabela II, cujo circuito teve 750 metros de natação, 17,5 km de ciclismo e 5,5 km de corrida. Sabrina repetiu o feito das seis etapas anteriores, nas quais venceu o triatlo ou o duatlo: Costa Verde I, Paraty, Ilhabela, Mineração, Cerrado e Costa Verde II.

“Estava me sentindo muito bem, principalmente na natação, parte em que eu costumo ter mais dificuldade. Nadei bem e já na transição para a pedalada, assumi a liderança, mantida até o final”, disse Sabrina, cujo tempo total (1h52min17s) foi dez minutos mais rápido em relação ao da segunda colocada, Laura Mira Dias.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização