25 de abril de 2024
Javalis selvagens cruzam estrada na região rural de Munique, Alemanha - Foto: Matthias Schrader / AP

Sutiã salva ciclista de disparo de arma de fogo após ser confundida com um javali

Armação do sutiã da ciclista de 41 anos que pedalava inadvertidamente em território de caça desviou o projétil e impediu uma tragédia

Uma cicloturista teve sua vida salva pela armação de seu sutiã quando pedalava inadvertidamente por um território de caça a javalis em uma floresta no noroeste da Alemanha.

A ciclista de 41 anos de idade e seu marido, que tiravam suas férias na região da Vestfália, pedalavam tranquilamente pela floresta quando ouviram o primeiro disparo. Imediatamente começaram a gritar, alertando os caçadores, quando a mulher percebeu que foi atingida.

Por um milagre, o projétil desviou-se ao atingir a armação metálica, deixando a ciclista atordoada, mas praticamente incólume.

Após o ocorrido, a mulher foi encaminhada a um hospital em Gadebusch por um motorista que passava pelo local. De acordo com os médicos, a ciclista teve apenas leves escoriações e uma pequena perda de sangue, além do enorme susto, mas passa bem.

Segundo a polícia, um javali morto foi encontrado próximo a linha de tiro e, após uma busca na área com cães e detectores de metal, não descarta a hipótese de que o tiro tenha ricocheteado no animal e atingido a ciclista.

A principal hipótese entretanto, é que houve negligência por parte dos caçadores, que teriam confundido os ciclistas com javalis.

Acidentes envolvendo ciclistas e caçadores em florestas europeias tem se tornado um risco crescente nos últimos anos. em outubro do ano passado, uma ciclista austríaca foi baleada ao ser confundida com uma lebre, quando pedalava na região de Vicenza, no norte da Itália.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização