23 de abril de 2024
Ciclistas e pedestres sem espaço para trafegar pela EPTG - Foto: Uirá Lourenço

Brasília: Técnicos do DER farão vistoria para viabilizar ciclovia na EPTG

Técnicos do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER) farão vistoria na Estrada Parque de Taguatinga (EPTG) neste domingo (14), para encontrar possíveis soluções para a realização de uma ciclovia ao longo da rodovia.

Apesar da proposta pela construção da ciclovia na EPTG exista desde 2007, a estrada, que é uma das vias mais importantes do Distrito Federal permanece sem qualquer infra-estrutura ciclística, apesar da grande quantidade de ciclistas que a utilizam para seus deslocamentos.

A cada dia que passa, a Estrada Parque Taguatinga se afirma como via relevante para o deslocamento de trabalhadores, inclusive daqueles que optam pela bicicleta por ser um meio de transporte econômico.

Rodas da Paz

Segundo a ONG Rodas da Paz, as atuais dificuldades para a implementação da ciclovia na região não são poucas. Em alguns trechos há dificuldade em encontrar espaço para a ciclovia nas marginais nos dois lados e em outros trechos o canteiro central não tem condições de receber uma ciclovia com 2 m de largura.

O caso desta rodovia é alarmante, uma vez que seus 12 km de extensão geraram o mesmo número de mortes de ciclistas que o bairro inteiro de Brasília entre 2003 e 2013, segundo informações do DETRAN.

A Rodas da Paz destaca ainda que a vistoria dos técnicos do DER trará uma oportunidade histórica de se envolver os ciclistas que utilizam a EPTG para seu deslocamento diário na construção da ciclovia. Para isto, a entidade solicita aos ciclistas que compareçam às 9h no dia 14/6 (domingo) no estacionamento em frente ao Península Residencial, na Praça das Garças, Lote 10 (Águas Claras), onde haverá uma concentração para que todos juntos possam acompanhar e sugerir soluções aos técnicos:

EPTG (Ponto de encontro)

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização