21 de fevereiro de 2024
Pódio geral - Foto: Thiago Lemos / CBC

Rodrigo Melo é campeão da 9ª edição da Volta Ciclística Internacional do Paraná

Última etapa foi vencida pelo atleta Ramiro Cabrera, que já havia vencido a penúltima etapa disputada no último sábado (30)

Ciclistas de seis países pedalaram 746,4 quilômetros durante cinco dias para completar a Volta Ciclística Internacional do Paraná 2015, que começou no último dia 27 e terminou neste domingo, 31 de maio, em um circuito montado em volta do Lago Igapó, na cidade de Londrina. A vitória da etapa ficou com o atleta uruguaio Ramiro Cabrera, da equipe Dataro/Bottecchia, enquanto o campeão geral foi Rodrigo Melo, da Green/Piracicaba.

A competição entrou na última etapa com vários atletas brigando diretamente pela classificação geral. A diferença entre os três primeiros colocados era de apenas 12 segundos. Com o título em aberto, os atletas largaram a etapa com bastante cautela, preocupados com o trabalho em equipe.

Poucos ciclistas tentaram se destacar do pelotão. A principal fuga do dia surgiu entre os atletas Ramiro Cabrera, da Dataro/Bottecchia, e Matias Medici, que representa a equipe Avai/Florianópolis. Os dois abriram vantagem dos adversários faltando cerca de três voltas para a chegada e não foram mais alcançados.

A vitória da etapa ficou com Ramiro, que arrancou forte nos metros finais e não deu chances para o segundo colocado, Matias Medici. O terceiro foi Robson Ribeiro, da equipe Memorial/Santos.

Ramiro Cabrera - Foto: Thiago Lemos / CBC
Ramiro Cabrera – Foto: Thiago Lemos / CBC

Volta por cima – Mesmo largando a última etapa na segunda colocação geral, Rodrigo Melo, da Green/Piracicaba, não desanimou e deu a volta por cima, demonstrando muita força durante as metas volantes disputadas neste domingo. O atleta, que já havia vencido as duas primeiras etapas da competição, completou a etapa final na décima colocação, mas venceu duas metas volantes (chegadas intermediárias que valem pontos e bonificação por tempo) e conseguiu tirar tempo suficiente para comemorar o título geral da Volta Ciclística do Paraná 2015.

“Ser campeão de uma competição tão importante é muito gratificante para a nossa equipe. Trabalhamos duro durante todas as etapas e tenho certeza que merecíamos essa vitória. Larguei sabendo da dificuldade de retomar a camiseta azul de líder na última etapa, mas acabei conseguindo vencer as metas e terminar com a vitória geral”, declarou o campeão.

A segunda colocação da classificação geral ficou com Rodrigo do Nascimento, da equipe São Francisco/Ribeirão Preto, ficando a apenas 3 segundos do campeão. Alexandre Manarelli, da Funvic/Carrefour/São José dos Campos, completou o pódio em terceiro a 10 segundos de diferença. O campeão da camiseta branca com bolinhas vermelhas (campeão de montanha) foi Jeovane Oliveira, da São Francisco/Ribeirão Preto, enquanto a camiseta branca (melhor sub-23), terminou com Fernando Finkler, da Avaí/Florianopolís. A camiseta verde (campeão por pontos), também ficou com Rodrigo Melo que somou 38 pontos, contra 31 pontos do atleta Alexandre Manarelli, segundo colocado.

Na briga da classificação por equipes, a vitória ficou com a São Francisco/Ribeirão Preto, que se destacou por ser uma das equipes mais atuantes e regular da competição. O time de São Paulo terminou a competição somando 54h28min46s, seguida pela ECT/Taubaté a 2min19s, e Funvic/Carrefour/São José dos Campos a 3min13s.

Geral por equipes - Foto: Thiago Lemos / CBC
Geral por equipes – Foto: Thiago Lemos / CBC

“Conseguimos fazer um ótima prova e estamos felizes com o resultado. Os nossos ciclistas sempre estiveram participando das fugas e trabalhando durante as etapas. Acredito que foi um título muito merecido por tudo que fizemos durante os cinco dias de competição. Agora é focar no Campeonato Brasileiro de Estrada que é o nosso próximo objetivo”, comentou Marcelo Donnabela, técnico da equipe de Ribeirão Preto.

Os atletas receberam a premiação das mãos do presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo, que fez questão de elogiar o desempenho de todas as equipes presentes. “As equipes fizeram um grande trabalho durante toda a volta e estão de parabéns. A confederação, com o patrocínio da Caixa Econômica Federal, vai continuar empenhada na idealização e manutenção de eventos deste nível, sempre pensando no desenvolvimento do ciclismo brasileiro”, declarou Vasconcellos.

Classificação da Etapa

  1. Ramiro Cabrera (Dataro/Bottecchia) / 2h18min30s
  2. Matias Medici (Avai/Florianopolis) / a 2s
  3. Robson Ribeiro Dias (Memorial/Santos) / 1min04s
  4. Murilo Ferraz (Funvic/Carrefour/São José dos Campos) / mt
  5. Verinaldo Pereira (ECT/Taubaté) / mt

Classificação geral

  1. Rodrigo Melo (Green/Piracicaba) / 18h09min08s
  2. Rodrigo do Nascimento (São Francisco/Ribeirão Preto) / a 3s
  3. Alexandre Manarelli (Funvic/Carrefour/São José dos Campos) / a 10s
  4. Alex Arseno (ECT/Taubaté) / a 22s
  5. Mauricio Knapp (São Francisco/Ribeirão Preto) / a 23s

Classificação por pontos

  1. Rodrigo Melo (Green/Piracicaba) / 38 pontos
  2. Alexandre Manarelli (Funvic/Carrefour/São José dos Campos) / 31 pontos
  3. Ramiro Cabrera (Dataro/Bottecchia) / 20 pontos

Classificação de montanha

  1. Jeovane Oliveira (São Francisco/Ribeirão Preto) / 24 pontos
  2. Wolfgang Burmann (Islas Galapagos/Equador) / 16 pontos
  3. Felipe da Paixão (Equipe UFF de Ciclismo) / 10 pontos

Classificação por Equipes

  1. São Francisco/Ribeirão Preto – 54h28min46s
  2. ECT/Taubaté – a 2min19s
  3. Funvic/Carrefour/São José dos Campos – a 3min13s

Classificação completa: [Resultados]

Programação

  • 27/05 – 1ª Etapa – Bela Vista do Paraíso/Primeiro de Maio/Bela Vista do Paraíso (128,4km)
  • 28/05 – 2ª Etapa – Londrina/Tamarana/Londrina (153km)
  • 29/05 – 3ª Etapa – Ibiporã/Bela Vista do Paraíso/Ibiporã (167km)
  • 30/05 – 4ª Etapa – Arapongas/Guaraci/Arapongas (198km)
  • 31/05 – 5ª Etapa – Londrina/Londrina (100km)

Total: 746,4km

Campeões

  • 2004 – Soelito Gohr
  • 2005 – Maurício Morandi
  • 2006 – Márcio May
  • 2007 – Renato Seabra
  • 2008 – Renato dos Santos
  • 2009 – Raul Cançado
  • 2010 – Marco Arriagada
  • 2014 – Alexandre Manarelli
  • 2015 – Rodrigo Melo

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização