23 de abril de 2024
Erika Gramiscelli - Foto: Bruno Fernandes / Nois Pedala

Favoritas na CIMTB, brasileiras querem manter hegemonia durante etapa de São João del-Rei

Primeira etapa, em Araxá, foi vencida pela mexicana Daniela Campuzano, mas em São João nunca uma estrangeira venceu; prova de São João del-Rei ajudará Brasil no ranking olímpico

A exemplo da categoria masculina, a Super Elite feminina da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike só teve campeãs brasileiras em São João del-Rei, cidade mineira que entre sexta-feira (15) e domingo (17) sediará o evento pela terceira vez. Na primeira edição, em 2013, Isabella Lacerda (LM/Shimano) conquistou o título. No ano passado, Erika Gramiscelli (Funvic Soul) terminou a etapa no lugar mais alto do pódio.

Em São João, as brasileiras querem evitar o que aconteceu em Araxá, onde a mexicana Daniela Campuzano superou Raiza Goulão, Isabella e Erika para se sagrar campeã da primeira etapa de 2015.

“Além das brasileiras, a etapa de São João del-Rei da CIMTB Levorin terá outro componente muito interessante: a presença de estrangeiras que podem brigar pelo título. Teremos, por exemplo, a argentina Agustina Apaza (48ª no ranking da UCI), a equatoriana Alexandra Serrano (59ª no ranking da UCI) e a costarriquenha Adriana Rojas (70ª no ranking da UCI)”, afirma Rogério Bernardes, organizador do principal evento de Mountain Bike da América Latina.

A mineira Erika Gramiscelli, pentacampeã brasileira de Cross Country, conta com a experiência para repetir o resultado do ano passado em São João del-Rey e evitar que uma estrangeira comemore em solo nacional outra vez. Segundo a atleta, o favoritismo não a atrapalha. “Favorita eu sempre fui. Para poderem alcançar o nível que eu atingi na competição, as outras atletas ainda vão precisar suar muito a camisa”, diz Erika, admitindo a possibilidade de alguma atleta de fora surpreender. “A participação de tantas atletas estrangeiras torna a prova uma caixinha de surpresas. Mas isso também aumenta a vontade de ganhar”.

Raiza Goulão - Foto: Alvaro Perazzoli / Ag.Laborazoli
Raiza Goulão – Foto: Alvaro Perazzoli / Ag.Laborazoli

Brasileira mais bem colocada no ranking da UCI (29ª colocada), a goiana Raiza Goulão espera não repetir o erro estratégico do ano passado, que a fez terminar a etapa de São João na segunda colocação. Na final do XCO, Raiza (AOO Specialized) cruzou a linha de chegada menos de 1s atrás de Erika. “Confio no bom momento que estou vivendo para apagar o erro cometido em 2014 e conquistar o título da etapa deste ano. Além da Erika, apontaria a Isabella, a Agustina e a Alexandra como minhas principais adversárias”, prevê Raiza.

Isabella Lacerda - Foto: Alvaro Perazzoli / Ag.Laborazoli
Isabella Lacerda – Foto: Alvaro Perazzoli / Ag.Laborazoli

Outra das candidatas ao título, Isabella rechaça o favoritismo. “Acho que isso não vale em uma competição tão disputada como essa. Mas acredito que farei uma ótima prova e conseguirei um resultado excelente”, resume.

Etapa poderá melhorar posição brasileira no ranking olímpico – A etapa de São João del-Rei da CIMTB Levorin também será importante para as pretensões olímpicas do Brasil. Atualmente, o país está na 10ª colocação do ranking feminino de Cross Country da UCI. Caso consiga subir para oitavo poderá garantir duas representantes brasileiras no Cross Country dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Por ter classificação classe 1, a competição em São João dará 60 pontos ao campeão do Cross Country (XCO) e 10 pontos UCI ao vencedor do Sprint Eliminator (XCE).

“Junto com a vitória, meu principal objetivo na etapa de São João del-Rei da CIMTB Levorin é evitar que as estrangeiras terminem nas primeiras colocações, porque isso nos atrapalharia no ranking olímpico”, afirma Erika Gramiscelli.

Programação definida – A segunda etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike, que será disputada no Campus Tancredo Neves da UFSJ (Universidade Federal de São João del-Rei), já tem a programação definida. O primeiro dia está reservado aos treinos livres e tomadas de tempo do Sprint Eliminator.

No sábado, o dia é cheio. Logo cedo (9h00), as finais do Sprint Eliminator, depois treinos livres para todas as categorias do Cross Country. No início da tarde (14h00), o Passeio Ciclístico Sense Bike, seguido das provas e premiações das categorias da LM Bike de Amadores (15h30). O dia termina com Congresso Técnico (18h15) e a largada da corrida a pé, Night Run (19h30).

O domingo começa às 8 horas da manhã, com as primeiras largadas da CIMTB Levorin, seguidas pelas respectivas premiações, com destaque para a Super Elite, masculina e feminina, a partir de 14 horas.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização