23 de abril de 2024
Pódio geral por estado - Foto: CBC / Divulgação

Bahia é hexacampeã da Copa Nordeste de Ciclismo 2015

Prova de circuito encerrou a competição neste domingo (3). Na categoria Elite, a vitória foi conquistada pelo atleta sergipano Andrei Dorea

Os baianos comemoraram o sexto título da Copa Nordeste de Ciclismo 2015, neste domingo, 3 de maio, em Salvador, na Bahia. A competição, que teve início na sexta (1), foi encerrada neste domingo (3), com uma prova de circuito para definir a classificação geral da competição. A Bahia comemorou o seu sexto título ao somar 106 pontos.

“Assumimos a realização da copa como um grande desafio. Mas confiamos em nosso grupo de trabalho que é bastante forte, contando com a nossa própria estrutura, além de ambulâncias com médico, e graças a Deus tudo aconteceu dentro do esperado”, comentou Orlando Schmidt, presidente da Federação Baiana de Ciclismo (FBC).

“Precisamos agradecer as federações por se empenharem em trazer as suas delegações todas cheias, com os principais atletas, fazendo da prova um belíssimo espetáculo. Eu atribuo o título da Bahia ao nosso campeonato estadual e ao trabalho sério que a Federação Baiana de Ciclismo vêm desenvolvendo. Parabenizo todos os estados pelos resultados alcançados”, finalizou Orlando.

Na prova de circuito, a chuva mais uma vez marcou presença e deixou as disputas ainda mais apertadas. Andrei Dorea, de Sergipe, que já havia vencido o Contra-Relógio, na sexta, voltou ao lugar mais alto do pódio ao vencer de forma brilhante a chegada da categoria Elite masculino. Em segundo lugar terminou o cearense Gleiciano Souza, seguido pelo sergipano Ueslei dos Santos.

Categoria Elite - Foto: CBC / Divulgação
Categoria Elite – Foto: CBC / Divulgação

Defendendo as cores da Bahia, Cristiane Duque, foi a mais rápida no feminino, e comemorou a vitória após vencer com folga o sprint final. A paraibana Karine Monteiro, que havia conquistado dois ouros, terminou em segundo lugar, enquanto Dilma Calixto, do Rio Grande do Norte, completou o pódio em terceiro.

Entre as jovens promessas da nova geração, Sergipe mais uma vez apareceu como um dos grandes destaques. Brendo Morais, de apenas 15 anos, conquistou ouro em todas as três provas disputadas, e encerrou a competição com objetivos definidos para o futuro.

Brendo Morais - Foto: CBC / Divulgação
Brendo Morais – Foto: CBC / Divulgação

“Estou treinando bastante e fiquei feliz pelos resultados alcançados na copa. Agora o foco principal é poder participar do brasileiro no final do mês, em Maringá, e fazer o meu melhor para representar o estado de Sergipe. Quero agradecer o apoio da minha família e toda a delegação sergipana por acreditarem no meu potencial”, declarou Brendo.

Na classificação geral por Estado, creditada para a delegação que somou mais pontos durante os três dias de provas, a Bahia somou o seu sexto título após acumular 106 pontos. O estado de Sergipe conquistou a segunda colocação geral com 88 pontos e a Paraíba ficou em terceiro com 80 pontos.

O vice-presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), Gilvan Costa, esteve presente no evento e elogiou o nível técnico das delegações, além de destacar o crescimento do ciclismo na região nordeste. “Tivemos uma copa muito disputada e com delegações completas. Os atletas demonstraram um potencial de alto nível, servindo para evidenciar o crescimento do ciclismo na região nordeste. As delegações fizeram uma grande participação e estão de parabéns”, declarou Gilvan.

A 27ª Edição da Copa Nordeste de Ciclismo foi uma organização e realização da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Federação Baiana de Ciclismo (FBC), com patrocínio da Caixa Econômica Federal.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização