22 de abril de 2024

Cipollini lança bicicleta de carbono incrustada com ouro, platina e diamantes

Bicicleta utiliza como ornamentação 40 gramas de ouro, 122 gramas de platina e 285 diamantes de 20 quilates. Candidatos a proprietários desta ‘bike-ostentação’ deverão desembolsar a ‘bagatela’ de 54 mil dólares

Definitivamente, para algumas pessoas não existe essa coisa de crise econômica mundial. Enquanto muitos reclamam dos altos custos das bicicletas de competição, para outras, dinheiro não é problema.

Foi pensando neste público-alvo que a a empresa italiana Cipollini, de propriedade de um dos maiores velocistas de todos os tempos, Mario Cipollini, criou a RB1000 Luxury Edition, uma bicicleta de estrada que, além de seus componentes topo de linha, diferencia-se por ser uma verdadeira joia ambulante.

Cipollini RB1000 Luxury Edition

Construída a partir do mesmo quadro de carbono monocoque T-1000 utilizado na linha RB1000, a Luxury Edition diferencia-se por seu acabamento primoroso, cujo brasão da empresa, situado no tubo da caixa de direção, utiliza em sua ornamentação 40 gramas de ouro 18 quilates e nada menos que 285 diamantes negros e brancos de 20 quilates.

Achou pouco? Para os gráficos do quadro foram utilizados, ao invés de tinta comum, 122 gramas de platina. Tanto os metais quanto as pedras preciosas foram incrustados a mão por um joalheiros de Verona, na Itália.

Segundo o fabricante, a bicicleta será produzido por encomenda. Para adquiri-la, os candidatos a proprietários desta ‘bike-ostentação’ deverão desembolsar a ‘bagatela’ de 54 mil dólares.

Um ciclista cercado de polêmicas

Mario Cipollini: O mito e suas excentricidades
Mario Cipollini: O mito e suas excentricidades

Ciclista polêmico – Mario Cipollini, proprietário da Cipollini Bikes, é considerado um dos maiores velocistas de todos os tempos. O atleta abandonou a carreira aos 38 anos (17 deles dedicados ao Ciclismo) uma semana antes do começo da edição 2005 do Giro d’Itália. Ao todo, acumulou 189 vitórias em seu currículo.

Conhecido como “Bello Mario”, “Super Mario” ou “Rei Leão”, entre tantos outros apelidos, Cipollini foi o corredor mais bem pago da Itália, não se incomodando em pagar altas multas por quebrar regras em algumas provas.

Entre as suas extravagâncias em competições, Cipollini já subiu ao pódio vestido de imperador e apareceu vestindo um smoking branco na prova Seis Dias de Milão, além de ter desfilado com a camisa do atacante brasileiro Ronaldo.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização