12 de abril de 2024
Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas

Após queda de liminar, MP abre novo inquérito civil para investigar as ciclovias de SP

Menos de uma semana após a queda da liminar de paralisação das obras cicloviárias na cidade de São Paulo, o Ministério Público Estadual abriu um novo inquérito para investigar eventuais gastos excessivos na construção da malha cicloviária da capital. A nova ação da Promotoria do Patrimônio Público e Social questiona, entre outros, a “contratação irregular por ata de preços” e o “fracionamento ilegal das obras para órgãos diversos, dificultando sua fiscalização”.

O novo inquérito civil foi aberto devido à denúncia do vereador Gilberto Natalini, do PV, que apresentou ao MPE um estudo que mostra o custo da pintura das ciclovias, cerca de R$ 2.500 por quilômetro – “o que as torna as mais caras do mundo”, segundo o vereador.

A investigação do MPE também usa como base informações publicadas da revista Veja SP no dia 06 de fevereiro e que na mesma época foram desmentidas pela Prefeitura, que informa que irá prestar todas as informações necessárias.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização