24 de abril de 2024

Empresa desenvolve rotor de freio em liga de alumínio e sílica

Novo material possui diversas vantagens em relação aos rotores convencionais feitos de aço, como o baixo peso, maior coeficiente de atrito e maior dissipação do calor, além de ser menos flexível

Um pequeno fabricante da Califórnia anunciou esta semana por ocasião da feira Taipei Cycle Show 2015 que está em vias de desenvolvimento de um novo tipo de rotor para freios a disco, cujo grande diferencial é pesar 50% a menos que os modelos convencionais, feitos em aço.

A empresa Wren Sports, que produz peças e componentes para as marcas Cannondale (linha Coda) e Bell Sports, entre outras, está em vias de produzir comercialmente rotores para freios em uma nova liga de alumínio e dióxido de silício.

Segundo o fabricante, o novo material possui diversas vantagens em relação aos rotores convencionais feitos de aço, como o baixo peso, maior coeficiente de atrito e maior dissipação do calor, além de ser menos flexível.

Com apenas 56 gramas, o novo rotor possui a metade do peso de um rotor do mesmo tamanho, além de possuir maior eficiência na frenagem.

De acordo com o fundador da Wren Sports, Kevin Wren, alguns aspectos técnicos ainda devem ser resolvidos antes de sua produção comercial, o que deve acontecer ainda este ano. Um dos maiores empecilhos ao novo material é que, devido a sua superfície mais áspera, seus rotores são muito mais ruidosos que os de aço, além de consumirem mais pastilhas de freio. Além disso, devido ao seu alto grau de dureza, o corte da chapa deve ser realizado a laser, o que aumenta os custo de produção e, por consequência, o preço final.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização