23 de abril de 2024
Premiação por equipe - Foto: Divulgação

Dobradinha brasileira no pódio da última etapa da Volta Ciclística Internacional da Juventude

Competição realizada no Uruguai terminou neste sábado (28). Brasileiro Vinicius Woitke completou em segundo lugar geral

A Seleção Brasileira de Ciclismo de Estrada Junior voltou a brilhar neste sábado (28), no Uruguai, onde disputou a última etapa da Volta Ciclística Internacional da Juventude. A equipe brasileira dominou completamente a etapa e protagonizou uma dobradinha com os atletas Eduardo Franco e Luis Fernando Trevisan.

A tradicional competição uruguaia, realizada desde 1979, terminou a sua edição 2015 neste sábado, em Montevidéu, com muita festa brasileira no pódio. A seleção conquistou a quinta e última etapa com o atleta Eduardo Franco, seguido pelo seu companheiro Luis Fernando Trevisan. Os dois integraram a principal fuga do dia e fizeram uma brilhante dobradinha para o Brasil.

Após percorrerem 534km durante os cinco dias de competição, o título geral ficou para o uruguaio Nahuel Soares, da equipe Estudiantes El Colla. Vinicius Woitke, da Seleção Brasileira, terminou na segunda colocação a pouco mais de um minuto do líder. José Luis Martinez, que representa a equipe Union Ciclista Trinta e Três, completou em terceiro. O brasileiro Renan da Silva também subiu ao pódio na quinta colocação.

“Trabalhamos muito para terminar com o título individual, mas infelizmente não foi possível. De qualquer forma estou feliz pela segunda colocação geral. O trabalho realizado pela equipe foi incrível, todos estão de parabéns. Só temos a agradecer a Confederação Brasileira de Ciclismo pela oportunidade e por acreditar e investir na categoria de base do nosso ciclismo”, declarou Vinicius Woitke.

O excelente desempenho da seleção refletiu em todas as classificações. Na premiação de Metas Volantes, Luis Fernando Trevisan, manteve a supremacia e ficou com a primeira colocação geral. Na classificação de Montanha, quem levou a melhor foi Breno Morais. Entre as equipes, a seleção manteve a liderança e também terminou com a vitória.

O que não faltaram foram elogios para o desempenho dos brasileiros no Uruguai. Seja por parte da imprensa, ou mesmo através dos próprios adversários. A seleção sempre aparecia como favorita. Segundo o técnico Eduardo Gohr, a participação foi positiva em todos os sentidos: “Apesar de alguns atletas estarem na seleção pela primeira vez, conseguimos manter a calma e tudo aconteceu dentro do esperado. Vencemos três categorias e colocamos dois atletas entre os cinco primeiros da classificação geral. Temos um grupo de muito talento, onde todos tinham condições de se destacar. Fizemos uma grande prova e os atletas merecem os parabéns”, declarou Eduardo Gohr, técnico da seleção no Uruguai.

A Seleção Brasileira de Ciclismo de Estrada Junior competiu no Uruguai com seis atletas: Breno Morais, Eduardo Franco, Luis Fernando Trevisan, Rafael Pattero, Renan da Silva e Vinicius Woitke. Os atletas foram supervisionados pelo técnico Eduardo Gohr.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização