25 de abril de 2024
Foto: Luiz Guadagnoli / Secom

Cidade de São Paulo recebe prêmio internacional por implementação de ciclovias

Prêmio Sustainable Transportation Award é concedido a cidades que implementam projetos de transporte inovadores e sustentáveis

A cidade de São Paulo foi eleita uma das vencedoras da 10ª edição do Sustainable Transportation Award (Prêmio Transporte Sustentável) por conta da implementação de 150 quilômetros de ciclovias e mais de 460 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus. O prêmio, organizado pelo Institute for Transportation e Development Policy (Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento), foi entregue no último dia 13, em Washington, nos Estados Unidos.

Criado em 2005, o prêmio é concedido a cidades que implementam projetos de transporte inovadores e sustentáveis. Além de melhorar a mobilidade urbana, o projeto de transporte deve reduzir o efeito estufa e as emissões de poluição do ar, além de melhorar a segurança e acesso para ciclistas e pedestres. Os finalistas são selecionados por um comitê internacional de especialistas em desenvolvimento e organizações que trabalham no transporte sustentável.

Na premiação, a capital paulista foi representada pelo chefe de gabinete da São Paulo Transportes (SPTrans), Ciro Biderman. “Muitas cidades dizem que não têm dinheiro suficiente para os projetos de transporte, mas não é uma questão só de dinheiro. A implantação de ciclovias não custa muito. É uma questão de estar disposto e lutar para fazer. Trata-se de vontade política”, afirmou Biderman durante a premiação.

Além de São Paulo, a edição deste ano teve ainda como homenageadas as cidades de Belo Horizonte e Rio de Janeiro, também por conta das ações tomadas para a melhoria do transporte. Foi a primeira vez que houve empate e mais de uma cidade recebeu a premiação. A primeira cidade vencedora foi a colombiana Bogotá, em 2005, e no ano passado, a premiada foi Buenos Aires, na Argentina.

Foto: Heloisa Ballarini / SECOM
Foto: Heloisa Ballarini / SECOM

Faixas exclusivas – No início de 2013, a meta da Prefeitura era implementar 150 quilômetros de faixas exclusivas até 2016. O objetivo foi ampliado, em junho do mesmo ano, para 220 quilômetros de vias até dezembro de 2013, mas a marca foi atingida no início de outubro. Desde o início da gestão, já foram implementados mais de 460 quilômetros de faixas exclusivas. O Programa de Metas 2013-2016 prevê ainda a construção de 150 quilômetros de corredores de ônibus.

Uma pesquisa revelada no início de dezembro de 2014 apontou um ganho médio de 40,7 minutos por dia no deslocamento pelos munícipes que as utilizam, e um aumento médio de velocidade de 67,5%. Em 2013, o tempo ganho pelos passageiros tinha sido de 36 minutos. Para calcular a velocidade média praticada nos coletivos foram considerados 81 trechos de faixas exclusivas inauguradas entre o dia 13 de janeiro e 31 de outubro de 2014, que representam 65,7 Km de vias segregadas. A amostragem revelou um crescimento de 12,1 Km/h para 20,3 Km/h.

Ciclovias – A cidade conta, atualmente, com mais de 210 quilômetros de vias destinadas aos ciclistas. Do total de ciclovias existentes na cidade, a atual gestão inaugurou 149,2 quilômetros desde junho de 2014. Antes, São Paulo possuía 63 quilômetros. A meta da Prefeitura é viabilizar uma malha de 400 km até o fim de 2015.

Fonte: Prefeitura de São Paulo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização