23 de abril de 2024

Mulher de 64 anos é presa por sabotar trilhas de mountain bike no Canadá

Moradora da região serrou rampas de recepção e colocou toras de madeira em pontos cegos da trilha com a intenção explícita de causar acidentes em ciclistas e afastá-los da área

Uma mulher de 64 anos foi detida no Canadá por suspeita de sabotagem em trilhas de mountain bike na cidade de North Vancouver. Ele foi flagrada por câmeras ativadas por sensores de movimento, instaladas por mountain bikers da região, que tentavam descobrir o responsável por instalar armadilhas e vandalizar duas trilhas conhecidas da região, Quarry e Lower Skull.

Embora as placas indiquem o uso prioritário dos ciclistas em Lower Skull e Quarry, alguns habitantes consideram os mountain bikers figuras indesejáveis - Foto: Mike Wakefield / North Shore News
Embora as placas indiquem o uso prioritário dos ciclistas em Lower Skull e Quarry, alguns habitantes consideram os mountain bikers figuras indesejáveis – Foto: Mike Wakefield / North Shore News

De acordo com reportagem do Vancouver Sun, toras de madeira foram colocadas em pontos cegos da trilha, com a intensão explícita de causar acidentes em ciclistas. Além disso, rampas e recepções de madeira construídas por bikers da região foram serradas, o que poderia causar acidentes fatais.

A responsável pelo vandalismo, uma moradora da região, foi detida e posteriormente liberada com a orientação explícita de manter-se longe das trilhas. Segundo a polícia, ela deverá se apresentar ao juiz no próximo dia 4 de fevereiro e poderá ser processada por danos à propriedade e colocar a vida alheia em risco.

“Trata-se de uma acusação muito séria”, disse o policial Richard De Jong, da Real Polícia Montada do Canadá. “Estas trilhas são públicas e ninguém tem o direito de tentar bloqueá-las e colocar a vida de pessoas em risco”, completa.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização