25 de fevereiro de 2024

Ciclista filma o seu próprio atropelamento e a fuga do condutor

O atropelador, um motorista que dirigia um Fiat Siena preto, fugiu do local sem prestar socorro a vítima

Um ciclista de 37 anos registrou, através de câmera instalada em sua bicicleta, seu próprio atropelamento, na última sexta-feira em Belo Horizonte (MG). O atropelador, um motorista que dirigia um Fiat Siena preto, fugiu do local sem prestar socorro a vítima.

Helton Batista dos Santos, que é soldador e mecânico de bicicletas, pedala há 10 anos e participa de competições. O acidente aconteceu quando ele voltava do trabalho. “Faltando uns 300 metros para entrar na rua que dá acesso à minha casa, um carro surgiu por trás e se chocou com a traseira da minha bicicleta. Eu nem esperava porque a avenida estava vazia”, disse Helton.

As câmeras instaladas no quadro da bicicleta e no capacete de Helton flagraram a batida e o exato momento em que o condutor do carro fugiu pela contramão.

“Pratico mountain biking nos fins de semana com os amigos e sempre ando com elas (câmeras). Quando vou trabalhar, sempre vou com elas ligadas para isso mesmo, caso aconteça um acidente eu tenha como correr atrás”, explica. O ciclista conta que foi socorrido por um casal que passava de carro pela avenida no momento do acidente. Eles ainda tentaram alcançar o atropelador, mas não tiveram sucesso.

O fato de Helton estar, no momento do acidente, equipado com capacete, cotoveleiras e joelheiras, contribuiu para que o acidente não tivesse consequências mais sérias. Apesar do susto, o ciclista teve apenas escoriações em uma das pernas e em um dos braços. Já sua bicicleta, avaliada em mais de 10 mil reais, teve perda total.

O ciclista iria dar início aos treinos para uma competição que será realizada no dia 30 de janeiro. Agora, ele espera contar com ajuda para adquirir outra bike e participar do evento.

De acordo com a Polícia Militar, o carro que o atropelou foi encontrado no Bairro Betânia, em Belo Horizonte. O veículo estava parado em frente a uma garagem, com danos no capô e para-choque dianteiro. Os policiais permaneceram no local por cerca de duas horas, procurando os moradores da residência, mas ninguém apareceu. O carro foi removido para um pátio do Detran, que deve apurar o caso.

O ciclista compartilhou os vídeos e fotos da bicicleta danificada nas redes sociais, onde recebeu apoio de várias pessoas. Mais de 1 mil usuários compartilharam as imagens e mostraram indignação.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização