23 de abril de 2024
O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, pedala pela ciclovia - Foto: Prefeitura de São Paulo / Divulgação

The Economist exalta esforço de Haddad em promover a ciclomobilidade em São Paulo

O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, foi destaque em artigo publicado no jornal britânico The Economist no último dia 29 de novembro. O artigo, intitulado Tropic of Copenhagen (Trópico de Copenhague), exaltou o esforço municipal na construção de novas ciclovias e ciclofaixas e na promoção do uso de transportes alternativos.

O texto compara a situação atual de São Paulo com a realidade da cidade dinamarquesa de  Copenhague, há 30 anos atrás. Na época, assim como acontece com São Paulo, a prefeitura da cidade europeia decidiu investir pesado na estrutura cicloviária, apesar da rejeição de boa parte dos moradores, contrária à mudança.

Com o tempo, a resistência transformou-se em aprovação e atualmente, 36% das locomoções diárias em Copenhague são feitas em bicicletas.

A meta de Haddad é implementar 400 quilômetros de ciclovias em São Paulo até o final de 2015. As obras estão em andamento e, atualmente, a cidade já soma 202 km de vias exclusivas para bicicletas, sendo que 117 km desse total foram instalados entre os meses de junho e novembro de 2014.

Ainda que a bicicleta seja um meio de transporte viável, a implementação de ciclovias e ciclofaixas ainda encontra resistência de algumas pessoas, em especial os comerciantes da cidade, que organizaram protestos contra o trabalho da prefeitura.

O periódico britânico destacou ainda os ainda altos índices de acidentes envolvendo bicicletas no trânsito paulistano. No artigo, o The Economist  comparou a cidade com Londres, onde o uso da bicicleta é muito mais comum. Na capital inglesa, 14 ciclistas morreram no trânsito No ano passado. Já em São Paulo, no mesmo período, foram registradas 37 mortes, números que demonstram que ainda é necessária a necessidade de se investir pesadamente em campanhas de conscientização e educação no trânsito.

Fonte: The Economist

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização