22 de abril de 2024

Invento faz ciclista captar música através dos glúteos

Estudante de design cria uma forma diferente de ciclistas ouvirem música enquanto pedalam

Embora não recomendado por alguns, o hábito de ouvir música enquanto pedala é praticado por incontáveis ciclistas em todo o mundo, seja através de fones de ouvido às irritantes caixinhas de som acopladas ao guidão, que obrigam a quem está por perto compartilhar o gosto musical do ciclista, quer goste ou não.

Por outro lado, fones de ouvido podem ser um problema ao impedir que o ciclista ouça buzinas e outros sinais de alerta.

Para tentar soluciobar esta questão, o estudante de design do Royal College of Art, Rodrigo Garcia Gonzalez, criou o Wow, um dispositivo que transmite a música para nosso ouvidos de uma maneira bastante incomum, para dizer o mínimo: através dos glúteos.

A ideia do Wow é transformar a música em vibrações que são captadas pelos ossos dos glúteos e transmitidas pela coluna até os ouvidos. Para isso, o dispositivo fica acoplado ao selim da bicicleta. Segundo o estudante, o objetivo é resolver um problema enfrentado por ciclistas:

“É difícil ouvir música enquanto se pedala, porque você também precisa dos seus ouvidos para saber onde os carros estão”, diz Gonzalez. !Mas existe uma outra forma de ouvir música que não pelo ar, mas pela condutividade dos ossos do corpo.”

As vibrações emitidas pelo aparelho são captadas pelos ossos dos glúteos e transmitidas até os ouvidos
As vibrações emitidas pelo aparelho são captadas pelos ossos dos glúteos e transmitidas até os ouvidos

Com esta tecnologia, o Wow é capaz de transformar qualquer superfície em uma caixa de som. No caso da bicicleta, o som produzido não tem a mesma clareza que o som emitido por fones de ouvido. O resultado é parecido como quando ouvimos uma música sendo tocada à distância.

“Mas este design traz claras vantagens (de segurança)”, defende Gonzalez.

Com informações da BBC

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização