23 de abril de 2024

Fontus, a garrafa para ciclismo que se enche de água sozinha

Tecnologia que utiliza refrigerador alimentado por placas solares permite produzir água a partir da condensação do ar

Obter água a partir da umidade contida no ar não é algo novo. A humanidade utiliza este sistema há, no mínimo, 2 mil anos.

Utilizando esta técnica, o desenhista industrial Kristof Retezár, da Universidade de Viena, desenvolveu o Fontus, um dispositivo de pequenas dimensões, que utiliza placas solares para alimentar um refrigerador que captura o ar e condensa sua umidade através de uma serpentina, depositando a água produzida em uma garrafa com capacidade de 500ml.

Fontus

O equipamento, que recebeu a atenção da Fundação James Dyson, produz até meio litro de água por hora. “Meu objetivo era criar um dispositivo portátil e auto suficiente, capaz de fornecer água potável a partir do ar”, diz Retezár.

Embora ainda não esteja sendo produzido comercialmente, o Fontus possui um grande potencial de utilização, não apenas no ciclismo. Sua utilização é uma clara alternativa para ajudar a solucionar o grande problema de escassez de água que aflige o planeta: segundo a ONU, nada menos que dois bilhões de pessoas, em mais de 40 países, não contam com recursos hídricos suficientes.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização