22 de abril de 2024
Isabella (4307) e Erika (4301) brigam pelo título - Foto: Bruno Senna / CIMTB

Melhores ciclistas da América do Sul participam da CIMTB neste fim de semana

Final da principal competição de mountain bike começa nesta sexta-feira (10) e vai até domingo (12), em São Roque (SP), com atletas de cinco países

A Estância Turística de São Roque, a 60 km da capital paulista, vai respirar ciclismo neste fim de semana com a realização da final da 19ª edição da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike. De sexta-feira (10) a domingo (12), dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, e também Dia das Crianças, cerca de 600 ciclistas irão pedalar nas trilhas do Centro Cultural e Turístico Brasital, com representantes de Argentina, Uruguai, Chile e Suíça, além dos atletas nacionais.

Os melhores da América do Sul estarão na prova. Do Brasil, os dois mais bem colocados no ranking internacional pedalarão no Brasital, Henrique Avancini (Caloi Team) e Raiza Goulão (Soul Cycles). Junto deles, estarão a hexacampeã da CIMTB Levorin, Erika Gramiscelli (Circuit), e o penta Rubens Valeriano (Merida), além dos atuais campeões brasileiros, Isabella Lacerda (LM/Shimano) e Frederico Mariano (Caloi Team).

Rubens Valeriano - Foto: Bruno Senna
Rubens Valeriano – Foto: Bruno Senna

Ciclistas estrangeiros contribuem para elevar ainda mais o nível técnico da decisão. São eles, os argentinos Dario Gasco e Noelia Margaria, os chilenos Nicolas Delich, Pedro Gangas e Denisse Van Sint Jan, os uruguaios Kian Santana e Eduardo Sayavedra e o suíço Lukas Kaufmann, radicado em Belo Horizonte e atual campeão mineiro de Mountain Bike.

Líder da super elite e muito próximo de conquistar o bicampeonato, Henrique Avancini elogia o evento. “A CIMTB Levorin é muito importante para o ranking individual e também na busca pela vaga para as Olimpíadas Rio 2016. A organização sempre tem o cuidado de elaborar calendário que se adeque aos principais eventos mundiais, como as etapas da Copa do Mundo. Espero que continue assim, mostra o comprometimento da CIMTB Levorin com o esporte”, argumenta o ciclista de Petrópolis (RJ), atualmente 19º do ranking mundial com 906 pontos.

Avancini (4001) e Fred Mariano - Foto: Bruno Senna
Avancini (4001) e Fred Mariano – Foto: Bruno Senna

Com a melhor pontuação do Brasil no ranking olímpico, 401 pontos, e melhor do País no ranking mundial da UCI (União Ciclística Internacional), com 717, na 34ª colocação, Raiza Goulão também destaca a importância da prova. “Além de ser a competição mais tradicional do Brasil, a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike nos dá a oportunidade de disputar muitos pontos nos rankings mundial e olímpico. Essa será minha última prova na temporada com pontuação internacional, preciso de um ótimo resultado em São Roque”, espera a goiana de Pirenópolis.

Enquanto na super elite Henrique Avancini tem 190 pontos contra 148 do vice-líder Ricardo Pschedit (Trek/Shimano), na elite feminina Isabella Lacerda também busca o bicampeonato, e leva boa vantagem em relação à segunda colocada, Erika Gramiscelli. São 186 pontos para Isabella contra 141 de Erika. Em São Roque estarão em jogo mais 65 pontos no campeonato, sendo 15 no Sprint Eliminator (XCE) e 50 no Cross Country Olímpico (XCO), e outros 30 para os campeões no ranking internacional e olímpico na prova final, o XCO no domingo (12).

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização