24 de abril de 2024

10 dicas de manutenção para iniciantes no mountain bike

Atualmente, as bicicletas de entrada estão cada vez melhores em termos de qualidade de componentes, o que as habilitam para a utilização em trilhas recreacionais.

É muito fácil simplesmente comprar uma bicicleta em uma loja especializada e ir direto para o meio de uma trilha. O que não é tão simples é ter que gerenciar problemas causados pelo ajuste incorreto ou por uma manutenção negligenciada.

Se você é um novato no mundo do mountain bike, as dicas abaixo poderão ajudar não apenas a tornar suas pedaladas mais prazerosas, mas também reduzir a possibilidade de problemas mecânicos em sua nova bike.

Regule as marchas

RegulagemPela sua construção, grupos de transmissão mais básicos não respondem tão rápido quanto os utilizados em bicicletas topo de linha. Seja como for, o normal é que eles funcionem corretamente.

Em uma transmissão corretamente regulada, a mudança das marchas deve ocorrer de forma suave. A maior parte dos problemas referentes a transmissão tem como causa a tensão inadequada dos cabos ou fricção dos mesmos dentro do conduíte, causada por ferrugem ou sujeira em seu interior.

Outro motivo frequente é o empeno da gancheira do câmbio traseiro (aquela peça que conecta o câmbio ao quadro). Este componente, que funciona como uma espécie de fusível, que se quebra ou entorta para proteger o câmbio e o quadro, empena muito facilmente. Portanto, a regra é clara: Nunca deite a bike no chão ou encoste-a na parece do lado do câmbio.

Ao contrário do que possa parecer, é perfeitamente normal que uma bicicleta nova, seja ela um modelo básico ou uma topo de linha, fique com as marchas desreguladas e as rodas levemente fora de centro. Isto deve-se ao fato de que os cabos de marcha e os raios das rodas estão sendo tencionados durante as primeiras pedaladas, algo que não ocorre no ambiente da oficina que montou e regulou sua bike pela primeira vez.

É justamente por isto que as bicicletarias, via de regra, oferecem a primeira revisão grátis, que nada mais é do que uma nova regulagem, agora realizada com os cabos devidamente esticados e os raios assentados.

O selim que vem com a bike nem sempre é o melhor

Embora a qualidade dos selins modernos tenha melhorado, trata-se de um item de utilização extremamente pessoal. Um selim que é considerável confortável para uma pessoa pode ser sofrível para outra.

O ideal a ser feito durante a compra de sua bicicleta é fazer um test-drive e, caso necessário, negociar com a loja a troca do selim original por um outro que lhe convenha.

Este tipo de problema é mais evidente com as mulheres, já que as mesmas necessitam de selins mais largos na parte posterior que nos modelos masculinos.

Troque seus pedais o quanto antes

PedaisOs pedais de uma bicicleta são uma questão de escolha pessoal do ciclista. Alguns preferem pedais de plataforma, outros não abrem mão dos pedais de encaixa (clipless).

Seja qual for a sua preferência, saiba que a grande maioria das bicicletas de entrada vem equipadas com pedais de plástico e eixo de má qualidade.

Uma das piores coisas que podem acontecer a um novato é justamente quebrar um pedal no meio da trilha. E os pedais de plástico, podem apostar, adoram dar este tipo de problema!

É possível adquirir um par de pedais de plataforma de boa qualidade, com corpo em alumínio e eixo em aço, por preços a partir de 40 reais. Caso resolva ir direto para os pedais de encaixe, lembre-se que o orçamento deverá incluir um par de sapatilhas.

Compre um conjunto de manoplas de qualidade

Suas mãos são um dos principais contatos com a bicicleta, logo você precisa de manoplas que mantenham suas mãos confortáveis e no controle durante a pedalada.

A maior parte das bicicletas mountain bike de entrada vem equipadas com manoplas que, se por um lado possuem boa durabilidade, por outro lado raramente são confortáveis.

Um bom par de manoplas ajuda a reduzir a trepidação transmitida pelo guidão e, por consequência, diminui a fadiga nas mãos e pulsos. Dê preferência para modelos do tipo lock on, que são fixadas por abraçadeiras nas extremidades, que não escorregam no guidão, mesmo quando molhadas.

Quanto à composição da manopla, as confeccionadas em espuma são mais leves, aderentes e confortáveis, embora durem bem menos que as de borracha.

Atenção aos pneus

Elo de contato entre a bicicleta e o solo, o pneu precisa de atenção redobrada. Muita pressão de ar em seu interior causará perda de tração e sua falta fará com que você acumule uma verdadeira coleção de pneus e câmaras de ar furados. Para maiores informações sobre como ajustar corretamente a pressão dos pneus de sua bicicleta, clique aqui.

Instale um protetor de quadro no chainstay

ChainstayUma das áreas do quadro da bicicleta mais suscetíveis a arranhões é a localizada na parte inferior direita do triângulo traseiro, conhecida por chainstay. Isto ocorre devido ao choque da corrente, devido ao movimento da gaiola (cage) do câmbio traseiro. Este problema é mais pronunciado em câmbios traseiros recreacionais da Shimano, onde a mola de tensão é mais macia.

Para evitar danos ao quadro e reduzir o barulho, é recomendada a utilização de protetores de quadro. Este acessório é vendido na forma de um tubo de neoprene ou outro material plástico, que é fixado no chainstay através de uma fita de velcro.

Embora os protetores de quadro sejam um acessório relativamente barato, é possível construir um excelente substituto, enrolando a chainstay com uma tira de borracha construída a partir de uma câmara de ar velha, fixada ao quadro através de dois zip-ties:

Ajuste a altura do guidão corretamente

Muitos ciclistas novatos consideram a regulagem da altura do selim o principal (e por que não dizer ‘único’) ajuste necessário a se fazer na bicicleta antes de sair pedalando.

Ao ignorar o correto ajuste da altura do guidão, o peso do ciclista é distribuído de forma errada sobre a bike, alterando negativamente o controle da bicicleta nas subidas e descidas. Para maiores informações sobre este tópico, leia nosso artigo sobre como determinar a altura correta do guidão.

Cuide da corrente

Correntes mais baratas não possuem a resistência a corrosão proporcionada pelos modelos mais caros. É muito importante manter a corrente de sua bike limpa e bem lubrificada, afim de prevenir sua oxidação e o desgaste do cassete e das coroas. Quanto mais você pedalar em condições de barro, lama e chuva, mais crucial a manutenção se torna.

Limpe os retentores do amortecedor após cada pedalada

RetentoresA maioria dos amortecedores utilizam algum tipo de lubrificação interna (óleo ou graxa), o que garante a suavidade de seu acionamento. Infelizmente, a poeira e outros detritos são fortemente atraídos pelo excesso de lubrificante que escapa do interior do amortecedor. Esta sujeira acumula-se, principalmente, nos selos e retentores da suspensão, podendo chegar a arranhas as canelas da mesma.

Para evitar este tipo de problema, que pode inclusive danificar permanentemente seu amortecedor, recomenda-se que após cada pedalada a região seja limpa com um pedaço de papel higiênico ou pano macio.

Para uma ótima performance, após a limpeza, pingue algumas gotas de óleo lubrificante ao redor dos retentores. Em seguida, acione a suspensão por duas ou três vezes, fazendo com que o óleo se espalhe nas canelas. Em seguida, retire o excesso de óleo.

Leve a bicicleta para revisões com frequência

CorrenteComo todo equipamento de precisão, as bicicletas precisam sofre manutenção periódica especializada. Por incrível que pareça, a maior parte dos problemas mecânicos ocorridos em trilhas não são causados por bicicletas recreacionais utilizadas no limite, mas sim por bicicletas (não interessa aí a faixa de preço!) em mal estado de conservação.

É bom lembrar que a maioria dos componentes utilizados em bicicletas, incluindo o quadro, costumam ‘avisar’ com antecedência que estão com problemas.

Um bom profissional de uma oficina especializada será capaz de avaliar corretamente o nível de desgaste das peças e componentes e providenciar seu reparo ou substituição.

Lembre-se, só porque sua não é topo de linha não quer dizer que ela não seja divertida! Uma bicicleta bem conservada e regulada sempre proporcionará momentos incríveis ao seu usuário.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização