28 de fevereiro de 2024
Acompanhado de cicloativistas e de seu Secretário de Transportes, Fernando Haddad vai de bike para a prefeitura - Foto: Fabio Arantes/SECOM

No Dia Mundial Sem Carro, prefeito de SP propõe isenção de tributos sobre as bicicletas

No Dia Mundial Sem Carro, Fernando Haddad fez de bicicleta o percurso de sua casa, no Paraíso, até o centro da capital paulista

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), aproveitou as comemorações do Dia Mundial Sem Carro para ir de bicicleta de sua casa, na região do Paraíso, para a sede da administração municipal, no centro da capital paulista, acompanhado por ciclistas, jornalistas e pelo secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.

Na ocasião, Haddad aproveitou para propor, com apoio de cicloativistas, a isenção de tributos estaduais e federais sobre as bicicletas.

“É importante começarmos a batalhar junto aos governos estadual e federal a isenção de impostos para a bicicleta. Eu queria lançar com os cicloativistas um novo abaixo-assinado, (pedindo) além das ciclovias, a isenção fiscal para as bicicletas. Não incide imposto municipal sobre elas. A bicicleta não paga IPTU e nem ISS. Ela paga ICMS, PIS, Cofins e também IPI. Se nós fizermos um esforço, nós conseguiremos baixar muito, talvez 20%, 30% o preço da bicicleta”, afirmou o prefeito.

Se nós fizermos um esforço, nós conseguiremos baixar muito, talvez 20%, 30% o preço da bicicleta”
Fernando Haddad

Haddad disse ainda que se encarregará de levar a pauta junto à Frente Nacional de Prefeitos. “Além das ciclovias, o pessoal vai ter um estímulo a mais para comprar a sua bicicleta e testar essa nova forma de deslocamento pela cidade. Nós estamos querendo oferecer segurança para que as pessoas voltem a curtir São Paulo como fizeram 20, 30 anos atrás, quando os espaços públicos eram muito mais generosos do que hoje”, disse.

Foto: Fabio Arantes / SECOM
Foto: Fabio Arantes / SECOM

400km de ciclovias – Desde que assumiu a prefeitura de São Paulo, Haddad tem como uma das bandeiras de sua gestão a implementação de ciclovias na capital paulista. Em junho, Haddad havia anunciado o plano de criar 400 quilômetros de ciclovias até o final de 2015. Destes, 78 já foram entregues.

De acordo com pesquisa Datafolha divulgada na última quarta-feira, a popularidade de Haddad subiu de 15% para 22%, apesar da grande polêmica causada pela implantação de ciclovias em toda a cidade. A pesquisa aponta também que 80% dos paulistanos são favoráveis à implementação de ciclovias na cidade.

Vídeo:

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização