20 de junho de 2024

Mantenha-se protegido dos raios solares durante as pedaladas

BronzeadoO inconfundível ‘bronzeado de ciclista’ pode até ajudar a identificar companheiros de esporte, mas os longos dias de pedaladas ao sol podem ter um impacto muito menos divertido e bastante prejudicial à nossa saúde.

Um recente estudo do Centro de Pesquisas do Câncer do Reino Unido constatou que a quantidade de pessoas que morreram de câncer de pele dobrou nas últimas três décadas, sugerindo que estamos falhando ao tratar nossa pele com o devido respeito que ela merece no que diz respeito à proteção contra o sol.

O médico dermatologista Ian Coulson, da British Skin Foundation, diz que os ciclistas são particularmente mais susceptíveis aos danos causados pela exposição solar. “Ciclistas acumulam maiores danos à pele devido à exposição prolongada” afirma. “Isto causa uma maior incidência de melanomas cancerígenos e envelhecimento precoce”, diz Coulson, que também é ciclista entusiasta.

A pesquisa corrobora esta afirmação. No estudo foram testados seis ciclistas cujas peles foram analisadas durante uma competição composta por oito etapas. Neste caso, o índice de exposição a raios solares nocivos (UV) chegou a níveis alarmantes – mais que 30 vezes o limite recomendado.

Use protetor solar generosamente – O médico Bevis Mann, da Associação Britânica de Dermatologistas (BAD), alerta que devemos aplicar protetor solar antes da pedalada e reaplicá-lo a cada hora, já que 80% do mesmo será eliminado através do suor.

BronzeadoUtilize um protetor com um fator de proteção solar (FPS) mais alto que você acha que precisa. A quantidade também é importante: o recomendado é utilizar 2mg para cada centímetro quadrado de pela exposta ao sol, muito mais do que a maioria das pessoas utiliza. “recomendo a utilização de FPS 30 pelo menos, ou 50 se você tiver a pele clara”, diz Mann.

Na aplicação, não se esqueça de passar protetor em áreas como pescoço, orelhas, joelhos e, no caso dos carecas, na cabeça, área especialmente vulnerável devido aos orifícios de ventilação dos capacetes. A exposição solar pode ocorrer inclusive através das roupas, portanto aplique protetor em todo o corpo e utilize roupas com proteção UVA/UVB.

E quanto as pessoas de pele escura, essa proteção também é necessária? “Diferentes tipos de pele são categorizados em seis tipos, desde o tipo 1 – pessoas de pele clara que se queimam muito facilmente e nunca bronzeiam, até o tipo seis, que são pessoas com pele escura que não se queimam facilmente”, diz Mann. “A quantidade de melanina, molécula responsável pela pigmentação da pele e que absorve uma proporção de radiação UV é o que diferencia os diferentes tipos. Em peles mais escuras, o processo de exposição solar causa menos danos ao dar início ao bronzeamento, deixando-as menos suscetíveis a queimaduras e ao câncer de pele. Para esta tipo de pele, é recomendável a aplicação de protetores solares com FPS 30”.

BronzeadoMartyn Frank, da equipe de ciclismo profissional Rapha Condor Sharp (RCS), diz que sua equipe usa mais protetor solar que qualquer outro produto. “Basta uma única aplicação perdida para aumentar o risco de doenças causadas pela exposição solar” diz Frank. “Criar a rotina na equipe de utilizar protetor solar é a chave para não ter problemas; todos os ciclistas profissionais possuem rotinas e procedimentos e o protetor solar deve fazer parte dela”.

Seja vigilante – A detecção precoce de melanoma aumenta em até 95 porcento as chances de cura. Portanto,  checar a pela com frequência em busca de sinais é essencial. Procure por sinais assimétricos, esfumaçados nas bordas, com cores alteradas ou que aumentem de tamanho (a maioria dos melanomas possui tamanho acima de 6mm). Na dúvida, procura um médico dermatologista.

Confira abaixo algumas dicas extras para evitar danos na pele por exposição solar:

  • Utilize uma bandana sob o capacete e use-a para proteger as orelhas;
  • Dê preferência para capacetes com visor;
  • Utilize protetores solares de longa duração – e o reaplique a cada hora;
  • Utilize protetor labial com FPS 50;
  • Use óculos de sol com lentes com proteção UV, mesmo que eles não sejam modelos para ciclismo;
  • Dê preferência por luvas de dedos longos, que protegem as mãos melhor que as tradicionais luvas de ciclismo de dedos cortados;
  • Para longos períodos de exposição solar, vista camisas de ciclismo de mangas longas  ou manguitos com proteção contra raios UV.

Dicas de produtos

Antes de partir para a pedalada, é preciso selecionar com bastante critério o protetor solar adequado. O primeiro desafio é escolher adequadamente qual fator de proteção é o ideal. O FPS 30 é o mais encontrado no mercado, do hidratante do rosto ao spray para o corpo. Mas será que é o recomendado para você?

Os números podem enganar: enquanto que o FPS 30 bloqueia cerca de 97% dos raios UVA/UVB,o FPS 50 impede 98%, apenas 1% a mais. Lição número 1: mais importante que escolher um filtro com altíssima proteção é saber como aplicá-lo corretamente. Em um estudo coordenado por Darrell Rigel, professor de dermatologia da Universidade de Nova York, constatou-se que quando espalhamos pelo corpo de qualquer jeito e em pouca quantidade um FPS 100, acabamos com uma cobertura semelhante à de um FPS 25.

A solução é se atentar à quantidade certa desde o início: “O equivalente a uma colher de chá para a rosto”, diz Sérgio Schalka, coordenador do Consenso Brasileiro de Fotoproteção da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Use o dobro da medida em cada parte do corpo e reaplique a cada uma hora.

Protetores solares

Minesol oil control FPS 30 Roc

Oil Control é um protetor solar diário, testado por dermatologistas e clinicamente comprovado que, além de oferecer as mais eficazes soluções contra os efeitos nocivos do sol (UVA-UVB), reduz e controla a oleosidade da pele. Com seu sistema de filtros solares fotoestáveis (Tinosorb S + Tinosorb M), de altíssima eficácia e longa duração (permanece na pele por até 8 horas), previne o envelhecimento cutâneo prematuro ou fotoenvelhecimento (rugas e pigmentações cutâneas). Sua fórmula Oil Control FPS 30 oferece alta proteção contra queimaduras solares.

Preço: R$ 65,00.

Normalize Matte Ada Tina

Possui amplo espectro UVA e UVB, com efeito matificante progressivo indicado para peles oleosas e com tendência a acne. A matificação progressiva dura 6 horas e conta com a exclusiva tecnologia Dry Touch. È uma combinação exclusiva de sílicas poliméricas que proporcionam à pele um toque extra seco com efeito prolongado mesmo com FPS elevado de 50. Contém Tinosorb M e Tinosorb S em sua formulação, e proteção UVA com PPD superior a 1/3.

Preço: R$ 83,00.

Anthelios Ac FPS 40 La Roche Posay

Com micro-esferas anti-brilho, oferece proteção de amplo espectro UVB/UVA graças ao sistema filtrante exclusivo Mexoryl XL e SX. Ajuda a prevenir o envelhecimento prematuro da pele causado pelos raios UV. Textura ultra leve enriquecida com agentes matificantes, que reduzem o brilho da pele. Tolerância testada em pele com tendência acnéica. Sua fórmula inclui a água termal da La Roche-Posay, reconhecida pelas suas propriedades naturalmente suavizantes e anti-radicais livres.

Preço: R$ 59,00.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização