1 de março de 2024
Luiz Henrique Cocuzzi representa o Brasil no Campeonato Mundial UCI MTB, na categoria Sub-23 - Foto: Fábio Piva / Scott

Cocuzzi segue receita para o Mundial de MTB: treino, alimentação e descanso

Luiz Henrique Cocuzzi representa o Brasil no Campeonato Mundial UCI MTB, na categoria Sub-23 - Foto: Fábio Piva / Scott
Luiz Henrique Cocuzzi representa o Brasil no Campeonato Mundial UCI MTB, na categoria Sub-23 – Foto: Fábio Piva / Scott

Jovem atleta da equipe Lar Nossa Senhora encara o Campeonato Mundial UCI de Mountain Bike pela quarta vez na carreira e garante: “estou confiante”

Entre os principais nomes da nova geração do mountain bike brasileiro, Luiz Henrique Cocuzzi, 20 anos, realiza uma preparação especial para encarar um dos maiores desafios da sua carreira. O jovem atleta que compete pela equipe Scott/Lar Nossa Senhora irá representar o Brasil na categoria Sub-23 do Campeonato Mundial UCI MTB, que acontecerá a partir desta quarta (3), no Hafjell Bike Park, na Noruega.

E o desafio promete ser emocionante. Ao lado dos principais competidores do mundo na modalidade, o brasileiro está confiante. Para alcançar seu objetivo de conquistar um lugar no pelotão de frente, ou Top 20 do mundo, Cocuzzi adianta a receita: alimentação regrada, descanso e muito treino.

“Estou treinando muito. Bem mais que o normal e tomando bastante cuidado para não ficar doente. A preparação para uma prova como essa é bem intensa. Mundial é Mundial, todo mundo quer ganhar. É uma corrida difícil e equilibrada. Tem que dar aquele gás a mais nos treinos e na hora da prova para conquistar um bom resultado”, afirma.

Além da preparação no Brasil, o atleta que pedala uma Scott Scale 900 RC nesta temporada teve sua chegada ao local da competição toda planejada. Segundo Cocuzzi, o ideal era desembarcar na Noruega com antecedência para melhor adaptação e reconhecimento.

“Conhecer o lugar onde vai rolar a prova, dar uma volta na pista e gravar o trajeto na cabeça. Essa preparação é fundamental. A prioridade é dormir e me alimentar bem. A combinação de alimentação e descanso é 50% do rendimento do atleta. Por isso a preocupação”, finaliza o ciclista.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização