24 de abril de 2024
Chegada da etapa final - Foto: Marcio Rodrigues / MPIX

Ironage/Colner é campeã por equipes e por pontos do Tour do Rio

Chegada da etapa final - Foto: Marcio Rodrigues / MPIX
Chegada da etapa final – Foto: Marcio Rodrigues / MPIX

Equipe foi destaque do Brasil na quinta edição da competição nacional

A jovem equipe Ironage/Colner, fundada em janeiro de 2013, comprovou neste domingo (31) porque é uma das equipes de ponta do ciclismo no Brasil. Em sua segunda participação no Tour do Rio, o time patrocinado pela Shimano garantiu os títulos por equipes, e por pontos da prova, com Cristian Clavero, além dos vice-campeonatos no sub-23, com Peterson Tozzi, e na montanha com Eriberto Rodrigues.

O destaque nacional, assim como na edição de 2013, quando levou os títulos de montanha e sub-23, encheu de orgulho o ciclista e treinador Edgardo Simon. “O balanço que faço desta competição é 100% positivo. Mostramos que somos uma equipe pequena, mas que torna-se gigante nas grandes provas de ciclismo. Competimos de igual para igual com todas as rivais, sejam as nacionais ou internacionais, mostrando o que nossos atletas são capazes de fazer”, destacou Simon.

Pódio da sexta etapa do Tour do Rio - Foto: Marcio Rodrigues / MPIX
Pódio da sexta etapa do Tour do Rio – Foto: Marcio Rodrigues / MPIX

“Fizemos um trabalho sério, com consciência e profissionalismo. Tenho orgulho desta equipe. Posso afirmar que somos hoje referência para todas as equipes menores, para que elas saibam que é possível vencer as chamadas ‘grandes’ do ciclismo. Além das brasileiras, tivemos EPM (Colômbia), OFM Quinta da Lixa (Portugal) e Yellow Fluo (Itália) competindo no Tour do Rio. Vencemos esses e os outros rivais e, a partir de agora, a Ironage/Colner será uma equipe ainda mais respeitada pelos adversários. Estamos muito felizes”, completou Edgardo Simon.

A sexta e última etapa, com 180,7 km entre Rio das Ostras e Rio de Janeiro, teve mais um pódio para a equipe com o terceiro lugar de Cristian Clavero. O ciclista argentino destacou-se, ao vencer a terceira etapa e somar dois segundos lugares, um deles na disputa de sexta-feira (29), que teve dobradinha da Ironage/Colner com vitória de Eriberto Rodrigues.

Na classificação por equipes, o título veio com o tempo somado de 69h48min52, 2min29 a frente da vice-campeã Dataro. Na disputa pela camisa verde, Cristian Clavero somou 56 pontos e venceu com folga em relação ao seu principal concorrente, Rafael Andriato (Yellow Fluo), com 40. Na montanha, Eriberto Rodrigues concluiu o Tour com 28 pontos, atrás apenas de Kleber Ramos (Funvic) e no sub-23 Peterson Tozzi ficou atrás Metkel Eyobo (World Cycling Africa’s Team).

Nesta edição do Tour do Rio, a equipe Ironnage/Colner foi formada por Eriberto Rodrigues, Murilo Ferraz, Cristian Clavero, Gastón Trillini, Edson Ponciano e Peterson Tozzi. Os seis ciclistas da Ironage/Colner no Rio de Janeiro são integrantes do Shimano Sports Team, grupo de 32 atletas das modalidades BMX, Ciclismo de Estrada, Paraciclismo, Ultracicilismo, Mountain Bike Cross Country, Downhill e Enduro, além de Triatlo. A Shimano, com seus carros de apoio, foi responsável pelo serviço de Suporte Neutro mecânico a todos os competidores, independente da marca de bicicleta, componentes ou equipe que pertençam.

Classificação geral por equipes

  1. Ironage/Colner – 69h48min52
  2. Dataro – a 2min29
  3. EPM – a 4min48

Classificação geral por pontos

  1. Cristian Clavero (Ironage/Colner) – 56 pontos
  2. Rafael Andriato (Yellow Fluo) – 40 pontos
  3. Oscar Sevilla (EPM) – 22 pontos

Classificação de montanha

  1. Kleber Ramos (Funvic) – 46 pontos
  2. Eriberto Rodrigues (Ironage/Colner) – 28 pontos
  3. Alan Maniezzo (Açucar Caravelas) – 21 pontos

Classificação sub-23

  1. Metkel Eyob (World Cycling Africa’s Team) – 23h28min31
  2. Perton Tozzi (Ironage/Colner) – 23h47min16
  3. Marco König (Leopard Development Team) – 23h58min20
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização