23 de junho de 2024
Mesa Tharsis XC

PRO lança grupo high end de componentes MTB com opção de integração ao XTR Di2

Tharsis XC é um novo grupo de componentes voltados para o mercado de cross country

Mesa Tharsis XC
Mesa Tharsis XC

A PRO, empresa subsidiária da Shimano, lança oficialmente nesta semana um novo grupo de componentes Tharsis XC para o mercado de mountain bikes cross country. Os novos componentes permitem uma perfeita integração com o novo grupo eletrônico Shimano XTR Di2.

O nome Tharsis refere-se a um enorme platô vulcânico localizado no equador do planeta Marte. O nome originalmente vem da Bíblia, onde denominava a extremidade mais ocidental das terras no mundo então conhecido.

A linha Tharsis XC é composta por dois modelos de guidão, dois canotes de selim e uma mesa, tendo sido desenvolvidos especificamente para utilização em bicicletas equipadas com grupos transmissores Shimano XTR mecânicos ou eletrônicos (Di2), possibilitando a integração total da fiação e da bateria do novo XTR Di2 ao cockpit. Com o novo conceito criado pela PRO para a caixa de direção, é possível passar todos os fios internamente, colocando a bateria do Di2 dentro da espiga do garfo ou amortecedor dianteiro.

Guidão Tharsis XC Flat Top
Guidão Tharsis XC Flat Top

Oferecido em duas versões, uma flat e outra rised, o novo guidão Tharsis XC Flat Top foi desenvolvido pensando nas necessidades de ciclistas da Copa do Mundo de XC, sendo as principais características leveza, rigidez e eficiência. Esses guidões são feitos para os melhores ciclistas e construídos com uma mistura ideal de carbono T700 e T800. Todos os modelos possuem o mesmo recuo de 9º e podem ser cortados sem perigo em até 4cm de cada lado, de acordo com a preferência dos ciclistas.

Há uma versão específica para o Di2, baseada no modelo “Flat Top”. Essa versão possibilita o roteamento interno dos cabos elétricos do grupo XTR Di2. Existem entradas específicas e guias para passar os fios internamente, de forma que estejam protegidos debaixo das manoplas e das abraçadeiras. Assim pode-se manter a fiação do Di2 segura e manter o cockpit com melhor aparência. A mesa do Tharsis XC conta com o sistema já comprovado de “headlock”, garantindo que a tampa e o corpo da mesa fiquem perfeitamente alinhadas, permitindo uma montagem correta com maior facilidade.

Outra novidade é o ajustador de caixa de direção integrado. Com esse sistema, não há necessidade da tampa da caixa de direção com estrela. Isso não só alivia peso, como também abre espaço para colocar a bateria do Di2 na espiga do garfo. A mesa do Tharsis XC é um perfeito exemplo de integração e está disponível em dois ângulos e diferentes comprimentos, servindo para qualquer bike de XC, independentemente do tamanho das rodas.

Canote Tharsis XC Di2
Canote Tharsis XC Di2

O novo canote do Tharsis XC usa abraçadeira com parafuso único lateral. Já comprovada, essa abraçadeira foi usada também nas versões anteriores do Tharsis, do FRS e do Atherton. Sendo tanto leve (Tharsis) quanto forte (Atherton), esse sistema se prova como o mais confiável, além de ser fácil de usar. Para o grupo Tharsis XC, a PRO oferece versões de 0mm e 20mm de offset, disponíveis nos três diâmetros mais comuns.

Com o intuito de se preparar para o futuro “eletrizante”, a PRO adicionou um suporte de bateria do Di2 interno. Isso oferece uma opção adicional para colocar a bateria internamente na bicicleta, além de dentro da espiga do garfo.

O canote já virá com abraçadeiras de 7×7 e 7x9mm. Abraçadeiras para selins com trilho de carbono oversize de 10,3mm estarão disponíveis como peça de reposição.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização