24 de abril de 2024

Vem aí o amortecedor eletrônico inteligente…e sem fio!

Magura eLect

Um dos sistemas de transmissão de dados sem fio mais utilizados em bicicletas e componentes de última geração acaba de dar um enorme passo rumo a eliminação dos cabos e conduítes das bicicletas.

O Consórcio ANT Wireless, responsável pela criação e desenvolvimento da tecnologia de transmissão sem fio ANT+, anunciou hoje a atualização do sistema com o protocolo Suspension Device Profile, o que permitirá o controle do amortecimento das bicicletas remotamente sem a necessidade de cabos, conduítes ou mesmo fios elétricos.

Mais do que apenas controlar o bloqueio ou o curso do amortecedor, o novo sistema poderá monitorar detalhadamente a utilização da suspensão, seja mediante um controle sem fio instalado no guidão, ou através de smartphones, GPS da marca Garmin e ciclocomputadores compatíveis.

Com a nova tecnologia, os ciclistas poderão programar antecipadamente a firmeza, curso e velocidade de retorno dos amortecedores de acordo com o tipo de terreno a ser enfrentado. Além disso, será possível traçar gráficos detalhados sobre a atuação do amortecedor no terreno, chegando-se ao requinte de detalhar quantas vezes o mesmo foi acionado.

Atualmente, apenas a marca alemã Magura possui amortecedores compatíveis com a nova tecnologia. Basicamente qualquer amortecedor da marca, fabricado a partir de 2010, poderá ter instalado o kit de conversão Magura eLect ANT+.

Segundo Götz Braun, diretor de marketing da Magura, “a combinação da tecnologia de amortecimento inteligente eLect com aplicativos compatíveis com o ANT+ tornarão a pedalada uma experiência inesquecível. Pela primeira vez na história do ciclismo, temos um amortecedor que pensa por nós”.

ANT+ – Criado em 2010 por uma empresa pertencente ao grupo Garmin, o ANT+ é um protocolo de transmissão de dados sem fio de baixa potência que funciona na banda de 2,4 GHz, assim como o Wi-Fi e o Bluetooth. Além de gastar menos energia e sofrer menos interferências que o Bluetooth, é também compacto e flexível, permitindo um número maior de receptores funcionando simultaneamente. Desta forma, é possível controlar em uma só central, dados de treino do ciclista, amortecedores, câmeras de ação e até mesmo grupos de transmissão (A SRAM está trabalhando atualmente em um grupo eletrônico sem fio ANT+).

Veja também:

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização