25 de abril de 2024
Organização reconhece o local da prova - Foto: Jonatha Jünge / Shimano BES

Shimano Brasil Enduro Series esquenta a cidade mais fria do Brasil neste fim de semana

Organização reconhece o local da prova - Foto: Jonatha Jünge / Shimano BES
Organização reconhece o local da prova – Foto: Jonatha Jünge / Shimano BES

Município da região Serrana de Santa Catarina, Urubici receberá nos dias 9 e 10 a segunda etapa do Shimano BES, primeira competição brasileira de Enduro MTB em abrangência nacional

O município catarinense de Urubici, com apenas 10 mil habitantes, será invadido neste fim de semana pelos principais ciclistas de Mountain Bike do Brasil. Nos dias 9 e 10, a cidade, considerada a mais fria do País, receberá a segunda etapa do Shimano Brasil Enduro Series, primeira competição brasileira de Enduro MTB em abrangência nacional. O Shimano BES teve seu início em Itaipava (RJ), em maio, e terá final no primeiro fim de semana de novembro, no Estado de São Paulo.

Pela previsão da Tempo Ok!, Urubici deverá amanhecer com temperatura de 6ºC no sábado (9), primeiro dia de competição, e a máxima não ultrapassará os 16ºC, apesar dos períodos de sol. Domingo haverá ligeiro aumento na temperatura com possibilidade de chuva à tarde. O vento fraco durante o final de semana não deverá influenciar na sensação térmica. A previsão é um alento para os participantes do Shimano BES. Há poucos dias, em 25 de julho, a cidade da serra catarinense registrou temperatura negativa e neve durante a madrugada.

Urubici, palco da segunda etapa do Shimano BES - Foto: Jonatha Jünge / Shimano BES
Urubici, palco da segunda etapa do Shimano BES – Foto: Jonatha Jünge / Shimano BES

Após a etapa bem sucedida em Itaipava, tradicional reduto das duas rodas com diversas trilhas e estradas de terra entre as cidades de Petrópolis e Teresópolis, os praticantes do Enduro MTB terão pela frente um circuito totalmente inédito em Urubici. “O destaque desta etapa está nos estágios cronometrados, as especiais E1, E2 e E3, por jamais terem sido percorridos por nenhum ciclista. São trilhas novas, feitas especialmente para o Shimano BES”, destaca Daniel Bender, um dos organizadores do evento. “Será bem diferente de Itaipava, onde as trilhas são constantemente utilizadas pela galera da bike e da moto”, completa.

Assim como na abertura em Itaipava, a prova será composta por três deslocamentos (D1, D2 e D3) e outras três especiais (cronometradas), estágios que definem o tempo final de cada atleta: E1, E2 e E3. Os maiores desafios estarão nos trechos não cronometrados. O D1 contará com 6,4 km de extensão, o D2 com 7 km e o D3, 8,90 km, os três com elevações máximas entre 418 e 423 metros, com a altitude variando entre 900 m e 1.300 m.

Prova conta com trilhas inéditas no MTB - Foto: Jonatha Jünge / Shimano BES
Prova conta com trilhas inéditas no MTB – Foto: Jonatha Jünge / Shimano BES

Serão oito categorias em que os favoritos começarão a encaminhar o título da temporada: Pro, Expert, Master 1, 2 e 3, Sênior, Amador e Feminina. Assim, repetir um bom resultado em Urubici é muito importante para os líderes. É o caso do mineiro André Matos, de 34 anos, na Master 1. Praticante de Mountain Bike desde 1992, André venceu em Itaipava e tentará manter a liderança do Shimano Brasil Enduro Series.

Piloto da Master 1, André Matos - Foto: Divulgação / Acervo pessoal
Piloto da Master 1, André Matos – Foto: Divulgação / Acervo pessoal

“Vou tentar repetir o que fiz na primeira etapa, um bom reconhecimento de pista, andar redondo, sem cometer erros. O importante é não cair, porque atrapalha muito no tempo final. Ainda tem muito chão pela frente. Quero também curtir o Urubici e a região, uma vantagem das provas de Enduro. Porque mesmo nos deslocamentos podemos trocar idéias e conhecer lugares e pessoas. Não fosse o Enduro, não estaríamos nesses picos incríveis”, admite André Matos.

Modalidade mistura Downhill com Cross Country – O Enduro MTB nasceu há mais de dez anos na Europa, para em seguida ter um ‘boom’ , principalmente nos últimos três anos com a chegada ao continente americano, onde a popularidade é crescente. A modalidade é uma mescla de duas disputas do Mountain Bike, o Cross Country (XC) e o Downhill (DHI). Enquanto no XC os atletas se destacam pelo forte condicionamento físico para enfrentar grandes distâncias, no DHI a técnica e e a experiência nas descidas fazem a diferença.

Programação do Shimano BES em Urubici (SC):

Sexta-feira – 08 de Agosto

  • 15h às 18h – Retirada do KIT Atleta

Sábado – 09 de Agosto

  • 08h às 14h – Retirada do KIT Atleta
  • 09h às 11h40 – Treinos liberados para E1
  • 11h às 14h20 – Treinos liberados para E2
  • 14h20 às 17h00 – Treinos liberados para E3
  • 16h às 18h45 – Lacre da bikes
  • 19h às 19h30 – Congresso Técnico

Domingo – 10 de Agosto

  • 06h45 – Chamada para largada
  • 07h00 – Largada Deslocamento 1 ( D1)
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização