24 de abril de 2024
Janildes Fernandes - Foto: Thiago Lemos/CBC

Provas testam a força e resistência dos atletas durante o 3º dia do Brasileiro de Pista

Janildes Fernandes - Foto: Thiago Lemos/CBC
Janildes Fernandes – Foto: Thiago Lemos/CBC

Atletas enfrentaram as provas mais longas da competição que tiveram campeões já conhecidos pelo público brasileiro

Muita emoção e uma grande demonstração de força e talento tomou conta do Velódromo de Maringá nesta sexta-feira, 1º de agosto, com as provas finais da Velocidade Individual, Omnium e Madison. O Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Pista Elite começou na última quarta (30 de julho) e segue até domingo (3 de agosto) reunindo os principais nomes do ciclismo brasileiro. A competição também está distribuindo pontos para o ranking da União Ciclística Internacional (UCI).

Os ciclistas começaram o dia definindo os mais rápidos da prova de Velocidade Individual feminina, que teve como grande vencedora a ciclista Alice Melo, que defende a equipe Egide/Seguro/LIDRA/AMERICANA, de São Paulo. A jovem revelação do ciclismo brasileiro, de apenas 19 anos, conquistou a sua terceira medalha de ouro na competição e fez questão de comentar a satisfação de estar entre as melhores do país.

“Estou muito feliz por ter conquistado a minha terceira medalha de ouro no Brasileiro. Acabei vencendo a prova de Velocidade Individual, que é uma das minhas especialidades, contra uma grande atleta que eu admiro muito, que é a Sumaia, então foi realmente uma vitória que guardarei com muito carinho na minha carreira”, declarou Alice.

No período da tarde, prevaleceram à força e resistência dos atletas que encararam as provas Omnium e Madison, conhecidas por exigirem o máximo dos competidores. Depois de seis provas disputadas, Gideoni Monteiro, da equipe Memorial, foi o atleta mais regular e levou a melhor na prova Omnium. Franklin Gomes (AMEA/Assis) terminou em segundo e Alex Arseno (Funvic/São José dos Campos) completou o pódio em terceiro.

Na Omnium feminino, quem fez bonito foi a goiana Janildes Fernandes (Clube Fernandes de Ciclismo), conquistando a medalha de ouro, seguida por Daniela Lionço (Sesla/Indaiatuba) e Camila Coelho (Memorial/Santos), respectivamente. Janildes, que já participou de três olímpiadas e passou vários anos competindo no ciclismo europeu, comemorou a vitória e declarou estar motivada para buscar outras medalhas até o fim do brasileiro.

“Finalizei em primeiro lugar na Omnium e estou bastante feliz. É uma prova desgastante, que precisamos ter uma boa regularidade, mas acabei conseguindo sair vencedora. Essa vitória me deixa ainda mais motivada para continuar na briga por mais medalhas até o final”, destacou a atleta.

Destaque – A equipe Memorial/Santos permaneceu mostrando a sua força e, além da vitória na Omnium, também cravou a primeira colocação na prova de Madison. Nesta prova, os atletas participam em duplas e se revezam durante a competição, percorrendo 160 voltas no velódromo, enfrentando várias chegadas intermediárias. Os vitoriosos foram os ciclistas Armando Camargo e Robson Ribeiro, que dominaram a competição de ponta a ponta.

“A Madison é uma prova que eu particularmente gosto muito de participar. Competi ao lado do Robson Ribeiro que é uma pessoa que eu já tenho um ótimo entrosamento, então tudo aconteceu naturalmente. O nível do ciclismo de Pista brasileiro vem evoluindo muito nos últimos anos e isso foi possível observar durante as disputas. Fico muito feliz em acompanhar essa evolução e ver os atletas motivados, fazendo ótimos tempos”, comentou Armando Camargo.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização