23 de abril de 2024
Bruna Saalfeld venceu na categoria infanto-juvenil com uma bike emprestada, após ter tido a sua roubada - Foto: Thiago Lemos/CBC

Superação marca disputas das categorias de base no Brasileiro de Mountain Bike

A prova teve como um dos maiores destaques a jovem Bruna Saalfeld, que venceu na categoria infanto-juvenil com uma bicicleta emprestada após ter sua bike roubada na véspera da competição

Largada das primeiras baterias - Foto: Thiago Lemos/CBC
Largada das primeiras baterias – Foto: Thiago Lemos/CBC

Para quem pensou que apenas a categoria Elite traria emoções e disputas acirradas, acabou se surpreendendo durante o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike XCO, que aconteceu no último fim de semana, entre os dias 19 e 20 de julho, no parque do Cemucam, na cidade de Cotia, em São Paulo. A competição reuniu mais de 400 atletas distribuídos entre 19 categorias oficiais da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

A competição foi aberta para atletas filiados a partir de 12 anos de idade. A primeira bateria foi formada por categorias iniciantes, como a Infanto-juvenil e Juvenil, que ao lado de ciclistas mais experientes da categoria Máster, puderam mostrar suas qualidades e impressionaram pela superação apresentada durante toda a competição.

Alguns obstáculos, que pareciam impossíveis de serem enfrentados por atletas tão jovens que inicialmente demonstravam insegurança, foram superados com propriedade pela nova geração do ciclismo brasileiro. O ciclista catarinense Erick Brusque (Free Force Race Team/Specialized/Bike Speck), foi um dos destaques ao superar 43 adversários e garantir o título na categoria Junior. Na Junior feminino quem levou a melhor foi a paulista Jaqueline de Borba, 17 anos, que representa o Lar Nossa Senhora Aparecida.

O nível altamente equilibrado entre os atletas arrancou elogios do técnico da Seleção Brasileira, Cadu Polazzo, que acompanhou as provas e avaliou os atletas durante a competição. “O crescimento técnico do Mountain Bike brasileiro refletiu claramente no Brasileiro. Não existem mais um único grande favorito em nenhuma categoria. Os atletas mostraram que estão cada vez mais bem preparados e todas as provas ficaram abertas até as voltas finais, comprovando todo esse equilíbrio. Estão de parabéns!”, afirmou o técnico.

Bruna Saalfeld venceu na categoria infanto-juvenil com uma bicicleta emprestada, após ter a sua bike roubada na véspera da competição - Foto: Thiago Lemos/CBC
Bruna Saalfeld venceu na categoria infanto-juvenil com uma bicicleta emprestada, após ter a sua bike roubada na véspera da competição – Foto: Thiago Lemos/CBC

Volta por cima – Outro grande exemplo de determinação e superação foi demonstrando pela jovem ciclista Bruna Saalfeld, 14 anos, da equipe Triplo XXX Bicicletas. A atleta saiu de São Lourenço (RS) e enfrentou mais de 1300 km até São Paulo para participar do Brasileiro, mas infelizmente, na véspera da competição, teve a sua bike roubada.

Os familiares chegaram a pensar que tudo estava perdido e que a atleta ficaria sem participar da competição. Mas Bruna acabou recebendo a proposta de um amigo que acompanhava a situação e ofereceu uma bicicleta para a atleta não perder a oportunidade de competir.

Bruna aceitou a bicicleta emprestada, superou o susto, deu a volta por cima e sagrou-se Campeã Brasileira de MTB XCO pela categoria infanto-juvenil feminino. Após cruzar a linha de chegada, emocionada, a atleta afirmou que ficou surpresa pelo título, até pelo pouco tempo que teve para se adaptar com o novo equipamento.

“Foi uma grande surpresa, uma baita superação eu ser campeã brasileira. Até porque é difícil se acostumar tão rápido com uma nova bicicleta. Existem vários detalhes para ajustar, mas acabou dando tudo certo. Eu não tenho nem palavras para descrever a alegria que estou sentindo. Gostaria de agradecer ao Sr. Sergio Galo, que me emprestou a bicicleta, minha família, e também os empresários de São Lorenço que me ajudaram a poder chegar até aqui”, destacou Bruna.

Chegada de Abraão Azevedo - Foto: Thiago Lemos/CBC
Chegada de Abraão Azevedo – Foto: Thiago Lemos/CBC

Experiência – Já entre os atletas mais experientes do Campeonato Brasileiro, Abraão Azevedo (Miroir Esporte Clube) se destacou por chegar com quase três minutos de vantagem sobre o segundo colocado e comemorar o seu sétimo título nacional.

Com 23 anos dedicado ao ciclismo, o atleta de Brasília elogiou toda a organização e comentou a importância do crescimento da modalidade, com tantos atletas largando nas categorias de base.

“A prova foi excelente. O lugar é maravilho e a pista é bem legal, seletiva, criada em um lugar de fácil acesso para receber o pessoal do Brasil todo. Estou bem feliz por ter conquistado mais esse titulo. A organização esta de parabéns. Outro fator importante destacar foi o crescimento nas categorias de base, eu tenho sentido que tem evoluído bastante e isso é fundamental para a renovação e o desenvolvimento do Mountain Bike”, comentou Abraão.

Para Wagner Neves, administrador do Parque do Cemucam, local aonde aconteceram às provas, o Campeonato Brasileiro serviu como motivação para estarem realizando outros eventos. “Foi um prazer o Cemucam virar o berço do ciclismo nacional e saber que daqui sairão campeões que vão representar o Brasil no circuito mundial. Ficamos muito felizes por ter recebido o evento e já sonhamos com outros campeonatos aqui no parque, estamos de portas abertas”, declarou Wagner.

Na prova da Elite, os vencedores foram os atletas mineiros Frederico Mariano (Caloi Elite Team) e Isabella Lacerda (LM Shimano).

Vídeo:

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização