17 de junho de 2024
Diego Ulissi no pódio do Giro - Foto: Sirotti

Giro d’Italia: italiano Diego Ullisi vence 5ª etapa

Diego Ulissi no pódio do Giro - Foto: Sirotti
Diego Ulissi no pódio do Giro – Foto: Sirotti

Diego Ulissi, da equipe Lampre-Merida, foi o vencedor da quinta etapa do Giro d’Italia, realizada nesta quarta-feira na cidade de Viggiano. O italiano foi superior ao seleto grupo de ciclistas que incluiu o veterano ciclista australiano Cadel Evans, da BMC Racing, que terminou em segundo lugar, seguido por Julian Arredondo Moreno (Trek Factory Racing) em terceiro, apenas um segundo atrás de Ulissi.

Michael Matthews, da equipe Orica-GreenEdge lutou muito para permanecer no pelotão de frente nos quilômetros finais e terminou em uma impressionante 6ª colocação, o que lhe garantiu a permanência da Camisa Rosa em seu poder e a liderança na classificação geral. Seu companheiro de equipe, o holandês Pieter Weening é o segundo colocado, com 14 segundos de diferença, seguido por Cadel Evans em terceiro.

Logo após a largada em Taranto, os ciclistas constataram que, embora a pista estivesse seca, um forte vento contrário se tornaria um obstáculo extra a ser vencido. Os atletas entretanto não se intimidaram e, após algumas tentativas de fuga, restaram 11 ciclistas no pelotão de frente: Elia Viviani (Cannondale), Ben Swift (Team Sky), Tyler Farrar e Fabian Wegmann (Garmin-Sharp), Miguel Angel Rubiano (Colombia), Tony Hurel e Bjorn Thurau (Europcar), Marco Frapporti (Androni Giocattoli), Yonathan Monsalve (Neri Sottoli), Kenny Dehaes e Tosh Van der Sande (Lotto-Belisol).

Este pelotão abriu uma vantagem de quatro minutos a frente dos demais, permanecendo unido até a primeira subida na cidade de Viggiano. A descida seguinte entretanto, causou alguns problemas devido a chuva, que deixou a estrada escorregadia. Com isto, o ritmo foi reduzido, causando um pequeno congestionamento.

Sem medo de levar um tombo, Gianluca Brambilla, da Omega Pharma-QuickStep, não se intimidou a atacou na descida, abrindo uma vantagem de 30 segundos. Outros ciclistas não tiveram a mesma sorte, sendo que muitos levaram tombos devido à pista escorregadia. Flizmente, nenhum deles ficou seriamente ferido, retornando às suas bicicletas e à prova.

Ao término do trecho em declive, Brambilla foi perdendo pouco a pouco seu ritmo. Dois quilômetros depois, a diferença já havia caído para 9 segundos, com a equipe Katusha anulando-o na subida final, fazendo com que o espanhol Joaquin Rodriguez o ultrapassasse.

O ataque de Rodriguez se revelou muito precipitado, sendo ultrapassado por Cadel Evans, que por sua vez perdeu sua colocação para Ulissi, que abriu vantagem e venceu a etapa.

O Giro d’Italia continua amanhã em sua 6ª etapa, que será realizada entre as cidades de Sassano e Montecassino em um percurso de 247km, o segundo mais longo da competição.

Vídeo:

Giro d’Italia 2014, quinta etapa

  1. Diego Ulissi (Itália) Lampre-Merida 5:12:39
  2. Julian David Arredondo Moreno (Colômbia) Trek Factory Racing 0:00:01
  3. Cadel Evans (Austrália) BMC Racing Team
  4. Rigoberto Uran Uran (Colômbia) Omega Pharma – Quick-Step Cycling Team
  5. Rafal Majka (Polônia) Tinkoff-Saxo
  6. Michael Matthews (Austrália) Orica Greenedge
  7. Joaquin Rodriguez Oliver (Espanha) Team Katusha
  8. Wilco Kelderman (Holanda) Belkin Pro Cycling Team
  9. Domenico Pozzovivo (Itália) AG2R La Mondiale
  10. Nairo Alexander Quintana Rojas (Colômbia) Movistar Team

Classificação geral após a quinta etapa

  1. Michael Matthews (Austrália) Orica Greenedge 17:41:23
  2. Pieter Weening (Holanda) Orica Greenedge 0:00:14
  3. Cadel Evans (Austrália) BMC Racing Team 0:00:15
  4. Rigoberto Uran Uran (Colômbia) Omega Pharma – Quick-Step Cycling Team 0:00:19
  5. Rafal Majka (Polônia) Tinkoff-Saxo 0:00:26
  6. Edvald Boasson Hagen (Noruega) Team Sky 0:00:35
  7. Nicolas Roche (Irlanda) Tinkoff-Saxo 0:00:37
  8. Michele Scarponi (Itália) Astana Pro Team 0:00:41
  9. Dario Cataldo (Itália) Team Sky 0:00:49
  10. Fabio Aru (Itália) Astana Pro Team 0:00:52
error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização