22 de junho de 2024
O ciclista Tiago Fernando Victor testa a nova pista de BMX. Ao fundo, a Igreja da Penha - Foto: Divulgação/Marcelo Santos

Bike park do Complexo do Alemão é aprovado em testes

Espaço irá abrigar o MTB de Favelas e outras competições de ciclismo na comunidade. Bike park será o maior da América Latina, com padrão de qualidade internacional.

O ciclista Tiago Fernando Victor testa a nova pista de BMX. Ao fundo, a Igreja da Penha - Foto: Divulgação/Marcelo Santos
O ciclista Tiago Fernando Victor testa a nova pista de BMX. Ao fundo, a Igreja da Penha – Foto: Divulgação/Marcelo Santos

Os moradores do Complexo do Alemão e da região da Leopoldina estão ansiosos para a inauguração do Bike Park no alto da comunidade Pedra do Sapo, que está programada para o fim de junho. O local, que teve suas obras iniciadas em março, será o primeiro complexo ciclístico da cidade.

O Bike Park do Alemão, com 4,5 mil metros quadrados de área construída, terá pistas para prática de diferentes modalidades de ciclismo, escolinhas para crianças e jovens e área de convivência. Um dos idealizadores do Circuito MTB de Favelas, Thiago Gomes, comentou a obra e a expectativa sobre o futuro do ciclismo após a inauguração do Park: “Vamos trazer o ciclismo para dentro de uma comunidade. Isso é muito bacana, pois vamos fazer algo para além do futebol. A meta é ter, em 2020, um atleta na Olimpíada que tenha saído dessas pistas. Em 2016, iremos receber atletas vindos de muitos países. E, com certeza, aqui será um local ideal para fazer a aclimatação e treinamentos destes ciclistas”.

Estão previstas as instalações de espaços para as diversas modalidades do esporte, entre eles o BMX race, o BMX freestyle, o cross country, o downhill e o pumptrack.

“O objetivo é oferecer aos moradores da comunidade e do seu entorno o acesso ao ciclismo em suas diferentes vertentes, de forma gratuita e ampla, com qualidade e orientação técnica adequada. O empreendimento se propõe a ser um centro de aprendizado, de treinamento e de competição”, explica Manoel Gonçalves, secretário estadual de esportes e lazer.

O investimento, que gira em torno de R$ 3 milhões, foi idealizado pela Light em parceria com a Secretaria Estadual de Esportes e Lazer e faz parte do projeto Travessias, que consiste em obras de recuperação, recapeamento e construção de instalações esportivas em 12 comunidades pacificadas do Rio.

No último dia 9, sexta-feira, o ciclista profissional Tiago Fernando Vitor foi convidado para realizar uma série de testes no local, que terá pistas com elevado padrão de segurança e de qualidade, seguindo as normas internacionais da Union Cycliste Internationale (UCI).

Fonte: Brasil 247

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização