23 de junho de 2024
Foto: Thiago Souza Santos / Arquivo Pessoal

Noivos inovam e vão para o casamento de bicicleta

Mesmo sob chuva, cerca de 20 convidados também aderiram à ideia. Apaixonado por bike, o noivo quis mostrar a viabilidade desse transporte

Foto: Thiago Souza Santos / Arquivo Pessoal
Foto: Thiago Souza Santos / Arquivo Pessoal

O mês de maio é conhecido como o mês das noivas e esse período é escolhido por muitos casais para celebrar o amor. Mas em de Aracaju um casal resolveu fazer diferente, eles foram de bicicleta para a igreja e cerca de 20 convidados também aderiram à ideia mesmo sob chuva.

“A sensação foi maravilhosa, ter do lado amigos nesse momento especial foi fundamental para essa ideia dar certo. Sem eles nada seria tão intenso e feliz A ideia foi quebrar barreiras para mostrar que a bicicleta por ser o melhor meio de transportemos cidades. Para o casamento ser bonito não é necessário ter carros bonitos, basta uma boa ideia e várias bicicletas, além de ajudar a cidade e ao meio ambiente”, vibra o noivo.

Os amigos abraçaram a ideia.“O noivo é um apaixonado por bicicleta. Há anos, desde quando começamos a pedalar, ele comentava que gostaria de chegar ao casamento de bike. Então, quando chegou o grande dia confesso que não fiquei surpreso com a opção dele, mas sim muito feliz. Isso só mostra que a paixão pela bicicleta aumentou”, revela o jornalista e um dos padrinhos do casal, Arthuro Paganini.

Amigos e noivo se encontraram na concentração antes do casamento - Foto: Arquivo Pessoal
Amigos e noivo se encontraram na concentração antes do casamento – Foto: Arquivo Pessoal

O grupo marcou um ponto de encontro e saiu em comitiva pelas ruas da capital até a igreja. No fim da missa, os noivos saíram em uma bicicleta estilizada e os convidados de ternos e vestidos chamaram a atenção por onde passavam.

“O pessoal que foi de bicicleta para o casamento. São pessoas engajadas politicamente com o uso da bicicleta como meio de transporte. Então, a ideia de ir ao casamento de bicicleta foi uma motivação a mais para mostrar as possibilidades do seu uso. Eu e Waldson somos amigos de infância, mas começamos a pedalar mesmo há mais de 10 anos, quando íamos para a praia de bicicleta e depois disso fizemos algumas viagens pelo interior de Sergipe, assim como para outros Estados, e tudo isso de bicicleta”, explica Paganini.

Fonte: G1 Sergipe

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização