16 de junho de 2024
Foto: Robin Schmitt / Enduro MTB Magazin

Corratec “ressucita” o elastômero em novo modelo de suspensão

A bicicleta utiliza uma combinação de amortecedor traseiro pneumático e elastômero - Foto: Robin Schmitt / Enduro MTB Magazin
A bicicleta utiliza uma combinação de amortecedor traseiro pneumático e elastômero – Foto: Robin Schmitt / Enduro MTB Magazin

Quem pedala há algum tempo provavelmente já utilizou algum tipo de amortecedor a base de elastômeros. Trata-se de um polímero com propriedades elásticas que, devido ao seu baixo custo, tornou-se a matéria prima de boa parte dos amortecedores comercializados na década de 1990 e que acabou sendo substituído por sistemas mais eficientes como o das modernas suspensões a ar/óleo.

Embora o elastômero possua grande capacidade de absorção de pequenas irregularidades, sua utilização foi praticamente abandonada nos dias de hoje, já que o elastômetro é extremamente sensível a variações de temperatura, além de perder suas propriedades originais em pouco tempo, devendo ser substituído com frequência.

O elastômero é fixado em seu lugar por uma simples chave allen - Foto: Robin Schmitt / Enduro MTB Magazin
O elastômero é fixado em seu lugar por uma simples chave allen – Foto: Robin Schmitt / Enduro MTB Magazin

Por isto mesmo foi com grande surpresa que a notícia de que o fabricante de bicicletas Corratec estaria investindo em um novo e revolucionário (!!!) sistema de amortecimento que mescla o sistema pneumático com a utilização de elastômeros. Volta ao passado? Só o tempo dirá…

Sob a denominação 10HZ, a marca alemã divulgou  um de seus novos modelos de bicicleta mountain bike para a próxima temporada, que utiliza um curioso sistema de amortecimento,  que faz uso de um elastômero acoplado ao amortecedor traseiro que promete, segundo o fabricante, reduzir as vibrações ao atuar sensivelmente sobre pequenos impactos como em estradas de terra e outros terrenos irregulares, mesmo quando o amortecedor principal não seja capaz de responder adequadamente.

O elastômero fica encaixado na junção entre o amortecedor e o quadro da bicicleta - Foto: Robin Schmitt / Enduro MTB Magazin
O elastômero fica encaixado na junção entre o amortecedor e o quadro da bicicleta – Foto: Robin Schmitt / Enduro MTB Magazin

Em fotografias disponibilizadas pelo website Enduro-MTB, tiradas por ocasião da realização da Bike Festival Garda Trentino, é possível constatar que o novo modelo de bicicleta full suspension aro 27.5″ utiliza elastômeros na junção entre o amortecedor traseiro e o tubo superior do quadro da bicicleta.

De acordo com os desenvolvedores do projeto, “o tempo de reação do amortecedor traseiro é muito lento para múltiplos impulsos curtos de médio impacto. O sistema de elastômero utilizado na tecnologia Corratec 10HZ obtém o melhor dos dois mundos: um amortecedor traseiro de alta qualidade combinado com um elastômero”.

O fabricante ainda não divulgou maiores detalhes sobre a tecnologia, como durabilidade média (vida útil) do elastômero, bem como seu lançamento, que não deverá ser antes da próxima edição da Eurobike. Em breve, publicaremos maiores detalhes.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização