23 de junho de 2024
Niki Terpstra comemora exultante sua vitória isolada ao cruzar a linha de chegada no velódromo de Roubaix - Foto: AFP

Niki Terpstra é o vencedor da edição 2014 da Paris-Roubaix

Niki Terpstra comemora ao cruzar a linha de chegada no velódromo de Roubaix - Foto: AFP
Niki Terpstra comemora ao cruzar a linha de chegada no velódromo de Roubaix – Foto: AFP

O ciclista holandês Niki Terpstra, da equipe Omega Pharma/Quick Step é o vencedor da 112ª edição da clássica Paris-Roubaix, prova do calendário da UCI WorldTour e um do denominados “monumentos” do ciclismo, disputado sobre um percurso de 256 quilômetros entre a capital francesa e a cidade de Roubaix.

Com um tempo de 5 horas, 38 minutos e 57 segundos, Terpstra se impôs solitariamente na chegada ao velódromo de Roubaix, 20 segundos a frente do alemão John Degenkolb (Giant-Shimano) e do suíço Fabian Cancellara (Trek Factory Racing), que completaram o pódio do “Inferno do Norte”.

Após uma disputa selvagem,  com múltiplos ataques de todos os favoritos, um grupo de onze ciclistas, que incluía Tom Boonen (Omega Pharma-Quick Step), Peter Sagan (Cannondale), Bradley Wiggins (Sky), Sep Vanmarcke (Belkin), Geraint Thomas (Sky), Sebastian Langeveld (Garmin-Sharp) e Bert De Backer (Giant-Shimano), se impôs nos últimos 8 quilômetros. Terpstra decidiu arriscar e disparou do pelotão próximo aos 5 últimos quilômetros, conquistando a vitória.

Classificação:

  1. Niki Terpstra (NED/Omega Pharma-QuickStep)
  2. John Degenkolb (GER/Giant-Shimano) a 0:20
  3. Fabian Cancellara (SUI/Trek Factory Racing) a 0:20
  4. Sep Vanmarcke (BEL/Belkin) a 0:20
  5. Zdenek Stybar (CZE/Omega Pharma-QuickStep) a 0:20
  6. Peter Sagan (SVK/Cannondale) a 0:20
  7. Geraint Thomas (GBR/Sky Team) a 0:20
  8. Sebastian Langeveld (NED/Garmin-Sharp) a 0:20
  9. Bradley Wiggins (GBR/Sky Team) a 0:20
  10. Tom Boonen (BEL/Omega Pharma-QuickStep) a 0:20

Vídeos

Os últimos três quilômetros da prova:

Entrevista com Niki Terpstra:

Os 10 quilômetros finais:

Cerimônia do pódio:

A prova – Uma das mais antigas corridas de ciclismo de estrada do mundo, a clássica Paris-Roubaix teve início em 1896. Famosa pelo terreno difícil e seus trechos de paralelepípedos (pavés), faz parte das chamadas Clássicas do calendário europeu, distribuindo pontos para o ranking mundial da UCI. Também é conhecida pelos simpáticos nomes de Inferno do NorteDomingo no InfernoRainha das Clássicas ou La Pascale.

O percurso da prova inclui 28 trechos de paralelepípedos, ditribuidos em 51,5 km de extensão total. Estes trechos receberam classificações de 1 a 5 estrelas de acordo com seu nível de dificuldade. Na avaliação, três trechos receberam a classificação 5 estrelas.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização