23 de junho de 2024

Dispositivo luminoso busca dar mais segurança às bicicletas

Misto de luz de segurança, brake-light e para-lamas está em fase de captação de fundos via crowdfunding 

RevolightsTornar as bicicletas mais seguras têm sido o objetivo de algumas empresas que apostam em equipamentos específicos para este fim. Com eles, a prática de andar de bike fica menos arriscada, sobretudo à noite. Os dispositivos são feitos geralmente por lâmpadas ou LEDs que iluminam alguma parte da ‘magrela’.

Um case de sucesso nesse sentido é o Revolights, que fica na roda e causa um efeito que facilita aos condutores de veículos enxergarem os ciclistas. O produto já caminha para a terceira versão.

A primeira versão, lançada em 2011, levantou mais de US$ 215 mil, equivalente a R$ 472,5 mil , por meio de uma campanha realizada em site de financiamento coletivo.

Em 2013, a empresa de Palo Alto, na Califórnia, apresentou uma segunda versão, e agora está usando o crowdfunding novamente para obter recursos para terceira versão.

RevolightsMaximizar a visibilidade – Dessa vez, o objetivo é alcançar US$ 100 mil, perto de R$ 220 mil. Até agora, cerca de 700 internautas ajudaram a arrecadar US$ 61,4 mil, mas ainda faltam 11 dias para a ação terminar.

Adam Pettler, um dos sócios do negócio, afirmou ao site da Fast Company que a equipe “pensou em um produto para maximizar a visibilidade da bicicleta e adicionou um sistema de iluminação integrada ao freio, semelhante ao que é feito em um carro”.

As luzes mudam de estado automaticamente quando o ciclista desacelerar, alertando os motoristas de um possível perigo. Existem dois modos. No primeiro, a luz muda de um ‘vermelho sólido’ para uma cor tonalidade mais brilhante. No segundo, uma luz começa a piscar mais rápido.

O produto custa US$ 69 (R$ 151,73).

Vídeo:

 Fonte: EcoD

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização