23 de junho de 2024

Holanda traz para o Brasil seminário sobre mobilidade urbana

País modelo na questão de mobilidade quer compartilhar conhecimento

HolandaAlém de oferecer ao mundo um futebol de alta qualidade, a Holanda também é exemplo de soluções de mobilidade urbana. E vendo na realização da Copa do Mundo no Brasil uma grande oportunidade para falar desses temas, o governo holandês vai debater o assunto, no dia 3 de abril, sugestivamente no auditório do Museu do Futebol, no Estádio Municipal do Pacaembu (São Paulo), em um Seminário sobre a Mobilidade Urbana.

Estarão presentes empresários ligados ao tema e autoridades das cidades nas quais a Holanda jogará durante a primeira fase da Copa (Porto Alegre, Salvador e São Paulo). Também participarão especialistas e várias empresas holandesas fornecedoras de produtos, tecnologias e serviços voltados para a melhoria da qualidade de vida nos grandes centros urbanos.

“Esse evento faz parte de um pacote de ações que iremos oferecer às cidades por onde a seleção de futebol holandesa passará durante a primeira fase dos jogos da Copa do Mundo de Futebol – São Paulo, Salvador e Porto Alegre – além de incluir também Belo Horizonte e Rio de Janeiro”, informa o Embaixador Kees Rade. Representantes dessas cidades serão convidados a visitar a Holanda para conhecer in loco as soluções em andamento e como essas novas tecnologias poderão ser aplicadas na realidade brasileira.

HolandaEm sua primeira parte, o seminário discutirá as experiências holandesas e brasileiras em relação aos maiores desafios urbanos, tendo como principal debatedora a renomada arquiteta holandesa Francine Houben, especialista em mobilidade urbana com vários projetos desenvolvidos na Europa e América Latina. Ela falará sobre as sinergias e contrastes entre os dois países e identificará possibilidades concretas de cooperação. Francine foi eleita “Woman Architect of the Year em 2013”, prêmio concedido em Londres para os grandes nomes da arquitetura mundial.

Na segunda etapa do seminário, diversas empresas e organizações holandesas, como Philips, TomTom, Dutch Cycling Embassy, Imtech, TNO, Royal HaskoningDHV e Arcadis Logos, apresentarão seus produtos e serviços para soluções de mobilidade urbana. A Philips, por exemplo, desenvolve o Community Light Centers, programa global que prevê instalação de iluminação de ponta em mais de cem estádios de futebol na África e América Latina, sendo 21 deles no Brasil. Utilizando tecnologia LED de alta eficiência, o projeto oferecerá campos iluminados para que as comunidades possam desenvolver atividades esportivas e também sociais, culturais, e econômicas no período da noite, tornando o espaço mais seguro e produtivo. Já a organização Dutch Cycling Embassy, formada por empresas públicas e privadas para promover o uso sustentável da bicicleta nos centros urbanos, assinará um convênio com a Prefeitura de São Paulo para a realização de estudo sobre a inserção desse veículo na matriz de transportes da cidade.

HolandaLíder no mercado de tráfego urbano europeu, a Imtech já assinou contrato com a Prefeitura paulistana para a instalação de semáforos inteligentes e, no Seminário, apresentará suas soluções para gerenciamento e segurança de tráfego, sistemas de transporte inteligentes e tecnologias para redução de emissões de gases. Já a Arcadis Logo, uma das cinco maiores empresas da Holanda, presente no Brasil desde 1970, discorrerá sobre o gerenciamento de projetos de engenharia, desde a fase inicial de concepção e estudo ambiental até a implementação efetiva. A Royal HaskoningDHV participará da construção do túnel submerso ligando Santos ao Guarujá, que terá três faixas de rolagem em cada sentido e espaço exclusivo para pedestres e ciclistas.

As experiências sobre mobilidade urbana também serão compartilhadas pela TomTom, que oferece a empresas sistemas de GPS para obter a melhor rota, monitorar o comportamento dos motoristas e formular relatórios de produtividade, e pelo TNO, instituto de pesquisa semelhante ao IPT brasileiro, que trabalha em conjunto com o governo e empresas holandesas na busca de inovações para facilitar a mobilidade urbana.

Fonte: Prólogo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização