21 de fevereiro de 2024

Pearl Izumi X-Project, uma sapatilha boa para pedaladas e caminhadas

X-Project 1.0
X-Project 1.0

Quase dois anos se passaram desde que a Pearl Izumi anunciou o lançamento de uma linha de sapatilhas de uso polivalente por ocasião da Interbike, com o nome de X-Alp. Na ocasião, a companhia alegava que o novo produto era a verdadeira síntese de um solado rígido o suficiente para fornecer uma boa plataforma de pedalada e a flexibilidade necessária para caminhadas.

A verdade é que a X-Alp, embora fosse realmente confortável para caminhadas em trilhas, nunca possuiu rigidez suficiente no solado para permitir uma boa eficiência nas pedaladas.

Agora, a Pearl Izumi lança uma nova linha de sapatilhas para mountain bike que promete ser a ponte no abismo criado entre calçados macios e confortáveis para caminhadas e a rigidez necessária para se pedalar.

X-Project 2.0
X-Project 2.0

O segredo da nova sapatilha X-Project é a utilização de uma placa em seu solado desenvolvida com uma trama de fibra de carbono envolvida em poliuretano termoplástico (TPU) que expande ou afina de acordo com a posição dos pés, variando sua espessura em até 4mm de diferença. O objetivo é criar um calçado que se mantenha rígido durante a prática do ciclismo, mas que fique flexível o suficiente durante caminhadas.

O processo de construção não é nada simples. O solado é moldado por injeção do TPU ao redor da placa de carbono em três estágios. ao contrário da camada única utilizada na maioria das sapatilhas de MTB. O resultado do processo é um rígido solado plástico reforçado em uma única peça.

No interior do calçado, uma peça em EVA moldada na região do calcanhar auxilia na absorvição de choques. Além disso, sua palmilha pode ser ajustada por meio de três calços para aumento do conforto do ciclista.

X-Project 3.0
X-Project 3.0

O resultado é uma sapatilha tão rígida quanto a maioria das sapatilhas de sua categoria, mas que permite uma caminhada confortável. Obviamente, não se trata de um tênis de corrida, mas chega a ser comparável a um calçado para caminhadas de nível recreacional.

As novas sapatilhas Pearl Izumi X-Project serão oferecidas em cinco modelos. O modelo unissex X-Project 1.0 (280 dólares) é o topo de linha e também o modelo mais leve. Além deste modelo serão disponibilizados modelos masculinos e femininos da X-Project 2.0 (210 dólares) e da X-Project 3.0 (160 dólares), modelo mais básico que utiliza fibra de vidro no lugar do carbono.

De acordo com a Shimano, representante da marca Pearl Izumi no Brasil, ainda não há data para o lançamento aqui no país.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização