12 de junho de 2024
Gabriela Yumi e Wellyda Rodrigues - Foto: CBC/Divulgação

Meninas do Ciclismo de Pista levam bronze nos Jogos Sul-Americanos

Gabriela Yumi e Wellyda Rodrigues fizeram bonito na prova de velocidade por equipes e garantiram mais uma medalha para o ciclismo

Gabriela Yumi e Wellyda Rodrigues - Foto: CBC/Divulgação
Gabriela Yumi e Wellyda Rodrigues – Foto: CBC/Divulgação

O ciclismo continua rendendo medalhas no velódromo. Nesta quarta-feira, 12 de março, quem se destacou foram as meninas da seleção brasileira Gabriela Yumi e Wellyda Rodrigues, que formaram a dupla para defender o Brasil na prova de velocidade por equipes feminina. A competição segue as mesmas características da prova masculina, porém as equipes são formadas por duas atletas que percorrem duas voltas para completar o percurso.

Pedalando entre as primeiras colocadas desde a etapa classificatória, a equipe brasileira marcou excelentes tempos e seguiu firme para a disputa da grande final, realizada na noite desta quarta no velódromo do Parque Peñalolén, em Santiago, no Chile. Disputando a terceira colocação contra as chilenas, as brasileiras não decepcionaram e garantiram a medalha de bronze. A medalha de ouro ficou com a equipe da Venezuela, seguida pela Colômbia com a prata.

As duas atletas fazem parte dos projetos de desenvolvimento do Ciclismo de Pista da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) há bastante tempo e recebem todo o apoio necessário da confederação para poder se dedicarem exclusivamente ao esporte de alto rendimento. Recentemente, as atletas chegaram de um intercâmbio no Centro Mundial de Ciclismo da UCI realizado pela CBC, que visa incluir as novas revelações do ciclismo brasileiro no circuito mundial, disponibilizando toda a infraestrutura necessária para os atletas treinarem e competirem na Europa, com supervisão de profissionais qualificados da União Ciclística Internacional.

Wellyda Rodrigues, de apenas 18 anos, declarou que treinou muito para a competição e parece ainda não acreditar na sua primeira medalha em Jogos Sul-Americanos. “Treinamos forte durante meses na Suíça. Passamos um longo período longe da família e dos amigos para poder fazer uma boa preparação. Esse resultado nos enche de orgulho e mostra que todo o sacrifício valeu a pena. Agora é descansar para poder chegar bem na prova de Keirin que vamos disputar nesta quinta”, declarou a atleta.

Acidente tira chilenas da provaUm acidente causado pelo choque da atleta chilena Irene Aravena com um partidor (plataforma utilizada para equilibrar os ciclistas na largada da prova) fez com que a equipe chilena tivesse que abandonar a prova. De acordo com testemunhas, o parador, que deveria ter sido imediatamente retirado após a largada, permaneceu na pista do velódromo e causando o acidente.

Masculino – O ciclismo brasileiro ainda comemorou outros ótimos resultados nesta quarta (12). Na prova de perseguição por equipes masculina, o time brasileiro formado por Gideoni Monteiro, Thiago Nardin, Armando Camargo e Leandro Alves ficou muito perto de uma medalha. A equipe conquistou a quarta colocação ao marcar 4min08s019 e estabelecer o novo recorde brasileiro. Os colombianos ficaram com o ouro, ao marcar 4min03s187. A prata foi para a Argentina com 4min07s343 e o bronze para os venezuelanos com 4min08s019.

Já os atletas velocistas Flávio Cipriano e Kacio Fonseca se classificaram sem maiores dificuldades garantindo presença nas etapas finais da prova de velocidade individual que serão disputadas nesta quinta (13). Os dois atletas serão mais uma grande chance de medalha para o Ciclismo de Pista do Brasil nos Jogos Sul-Americanos.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização