23 de junho de 2024
Isabella Lacerda - Foto: Álvaro Perazzoli/Laborazoli

Jogos Sul-Americanos: Brasil com força total no mountain bike

O técnico da seleção brasileira de mountain bike, Cadu Polazzo, aposta nos atletas brasileiros na competição que acontece no Chile

Raiza Goulão - Foto: Álvaro Perazzoli/Laborazoli
Raiza Goulão – Foto: Álvaro Perazzoli/Laborazoli

Cadu Polazzo, técnico da seleção brasileira de mountain bike, está otimista com a participação dos atletas nacionais nos Jogos Sul-Americanos que estão acontecendo em Santiago, no Chile. Para a disputa que acontece no próximo sábado (15 de março), o treinador escolhido pela CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) acredita em medalhas para o selecionado brasileiro.

Formada por Isabella Lacerda, Raiza Goulão, Henrique Avancini e Rubens Donizete, a equipe nacional chega preparada e com boas chances de subir ao pódio na competição que reúne atletas de todo a América do Sul.

“O ano de 2014 é um ano muito importante, pois marca o início da pontuação do ranking UCI (União Ciclística Internacional) para as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. Estamos no primeiro período competitivo do ano, de pelo menos três para essa temporada, e contamos com um time muito forte e focado no alto rendimento. Temos chances reais de grandes resultados”, comentou Cadu, que em fevereiro representou o Brasil no Primeiro Curso Técnico Continental de Alto Nível em Mountain Bike.

Isabella Lacerda - Foto: Álvaro Perazzoli/Laborazoli
Isabella Lacerda – Foto: Álvaro Perazzoli/Laborazoli

De acordo com o treinador, tanto no masculino quanto no feminino a equipe pode conquistar medalhas. A disputa, entretanto, não será simples: os principais rivais serão a Argentina, com Catriel Andres Soto e Augustina Apaza, e a Colômbia, com o atual campeão Pan-Americano Fabio Castañeda, Laura Abril e Ângela Parra.

“No mês de março serão quatro provas consecutivas, os Jogos Sul-Americanos são a segunda deste bloco de competições, todas de alta exigência. Será muito desgastante, mas por outro lado será um grande estímulo físico e psicológico para os próximos eventos do ano. Teremos Copa do Mundo, Brasileiro, Mundial e outras etapas da Copa Internacional e da Taça Brasil, que juntas somam pontos importantes para o Ranking Olímpico”, complementou Cadu.

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização