12 de junho de 2024
Bianca Quinalha e Thaynara Morosini, as meninas do BMX - Foto: CBC/Divulgação

Equipe brasileira de BMX estréia no Sul-Americano do Chile

Bianca Quinalha e Thaynara Morosini, as meninas do BMX - Foto: CBC/Divulgação
Bianca Quinalha e Thaynara Morosini, as meninas do BMX – Foto: CBC/Divulgação

Pilotos disputam quatro medalhas de ouro que estarão em jogo para o Ciclismo BMX

Os pilotos brasileiros que estão representando a seleção nos Jogos Sul-Americanos do Chile fazem sua estreia neste sábado (8), durante a disputa da prova contra-relógio (Time Trial). Será uma prova rápida, que além de valer medalha, também serve para definir a ordem de largada para as provas que acontecem no domingo.

Durante os dias que tiveram para treinar e fazer o reconhecimento do percurso, os pilotos brasileiros se adaptaram muito bem às características da pista. De acordo com o técnico Guilherme Pussieldi, ela tem um formato de Supercross, com gate de oito metros, similar as pistas da Copa do Mundo e Olimpíadas.

“A preparação foi intensa para os Jogos Sul-Americanos. Além de estarem em um excelente momento, nossos atletas se adaptaram rápido nesta pista e isso é muito importante. Por estarmos sempre participando de competições internacionais, essa adaptação foi natural. Temos boas chances na prova de hoje”, declarou Guilherme Pussieldi.

A equipe brasileira de BMX no Chile é formada por quatro pilotos: Renato Rezende, Miguel Dixini, Bianca Quinalha e Thaynara Morosini. Os atletas serão acompanhados pelo técnico Guilherme Pussieldi e o mecânico Evandro Oliveira. O chefe da delegação brasileira nos Jogos Sul-Americanos é Emerson Silva.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização