12 de junho de 2024

Projeto “Bike da Firma” propõe substituir vale-transporte por e-bikes

bike_firma_capa

O projeto foi inaugurado no dia 20 de janeiro juntamente com uma campanha que, por intermédio de premiações, estimula o hábito de pedalar entre os trabalhadores

Ficar preso no trânsito está cada vez mais rotineiro nos grandes centros urbanos e, mesmo com o incentivo ao uso de transporte público, a mobilidade urbana está se tornando um problema para quem mora nessas cidades. Pensando nisso, a agência paulista Señores propôs uma solução interessante: o projeto Bike da Firma, que incentiva as empresas a substituírem o  vale-transporte ou uma vaga de garagem por bicicletas elétricas.

Além de serem elétricas, as bicicletas são dobráveis, contam com três marchas e são equipadas com um sensor que envia dados em tempo real a um aplicativo de smartphone. Dessa forma, no decorrer do trajeto as informações são coletadas e atualizadas no cadastro online do usuário e podem ser acompanhadas pelo site bikedafirma.com.  A ideia do ranking aberto é facilitar a divulgação da ideia e conquistar mais adeptos do transporte consciente.

O site do projeto ainda estimula os usuários a interagirem entre si e se desafiarem em pedaladas, além de levantar informações úteis como a quantidade de CO2 que se deixou de emitir, calorias queimadas e gasolina poupada.

O projeto foi inaugurado no dia 20 de janeiro juntamente com uma campanha que, por intermédio de premiações, estimula as pessoas a pedalarem. Os prêmios podem ser desfrutados individual ou coletivamente e vão desde um chopp com amigos até vouchers que podem ser trocados por livros. Ao completar algumas metas preestabelecidas, os interessados no projeto “desbloqueiam” o site do Bike da Firma.

Ao conseguir alcançar o feito, as empresas interessadas podem aderir ao projeto que tem uma taxa mensal. A Señores oferece o aluguel das bicicletas customizadas, além de disponibilizar o site e o aplicativo para que os prêmios e as distâncias percorridas sejam acompanhadas pelas empresas.

Fonte: Portal Mobilize

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização