12 de junho de 2024
Ciclistas pedalam em ciclovia ao longo do rio Po, no norte da Itália - Foto: Realy Easy Star / Toni Spagone / Alamy

Itália planeja ciclovia de 20 mil km interligando suas principais cidades

Projeto de mobilidade ciclística, por todas as capitais do país, é defendido por um grupo de parlamentares de diferentes partidos

Ciclistas pedalam em ciclovia ao longo do rio Po, no norte da Itália - Foto: Realy Easy Star / Toni Spagone / Alamy
Ciclistas pedalam em ciclovia ao longo do rio Po, no norte da Itália – Foto: Realy Easy Star / Toni Spagone / Alamy

A Itália pretende criar uma rede nacional para bicicletas, com cerca 20 mil km de faixa, sem interrupções, que atravessará todas as capitais da região e os lugares mais importantes do turismo, com acesso para as bicicletas às estações de trens, portos e aeroportos.

Esta é uma das intenções de um grupo de parlamentares sobre a mobilidade ciclística. Um grupo com cerca 80 deputados e senadores de diversas tendências políticas estão trabalhando numa lei que viabilize este projeto. O projeto de lei sobre a mobilidade ciclística foi apresentado hoje (17) pelo deputado do Partido Democrático (PD) Antonio Decaro durante o seminário “Itália, país bike friendly”, organizado pela Federação italiana amigos da bicicleta. “Cerca das 60% das locomoções de carro tem uma distância superior aos 5 km, e 15% inferior a 1 km”, revelou Decaro.

Fonte: Portal Mobilize

error: Textos, fotos, artes e vídeos do site MTB Brasília estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização